SANTO ANTÔNIO DA ALEGRIA

Paraíso tem grande participação na Festa da Congada em Santo Antônio da Alegria

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Entretenimento | 16-09-2019 13:03 | 928
Vicente Irmão foi o apresentador oficial da festa em Santo Antônio da Alegria
Vicente Irmão foi o apresentador oficial da festa em Santo Antônio da Alegria Foto de Divulgação

Ternos de Congo e Moçambique de São Sebastião do Paraíso foram alguns dos destaques da Festa do Congo de Santo Antônio da Alegria (SP), ocorrida entre os dias 6 a 9 de setembro. “Realmente a nossa cidade continua sedo referência em vários setores para este tipo de evento e tivemos uma participação ativa nos festejos”, diz Vicente de Souza Neto, o Vicente Irmão, apresentador da festa no interior paulista.

Segundo Vicente é preciso destacar o quanto que Paraíso é referenciado quando o assunto é a organização e realização da festa de congadas. Em Santo Antonio da Alegria, o evento teve no dia 25 de agosto a solenidade do ‘Levantamento das Bandeiras’ e o desenvolvimento da festa aconteceu na semana passada. “Foi uma grande demonstração da força do folclore, da religiosidade. Tivemos conforme a organização apresentações de 53 ternos, muitos deles de diferentes lugares do Brasil e também da região”, comenta.

Ainda de acordo com Vicente Irmão, somente de Paraíso foram 14 ternos, sendo 11 de Congo e três de Moçambique. Da região também participaram grupos de Jacuí, Itamogi, São Tomás de Aquino e até de Passos, Batatais, Franca e Uberlândia. “É uma festa que vem crescendo muito na região. Felizmente Paraíso tem sido referência para eles tanto na parte religiosa, como na estruturação. Vieram até consultar o Heraldo Bícego, sobre o uso do cronômetro. Também tive a honra de ser o apresentador e ajudar a abrilhantar a festa”, diz.

Ele defende que é importante deixar registradas todas estas situações. “Isso é muito importante para o nosso folclore, precisamos valorizar tudo que temos e que fazemos e que de uma forma ou de outra fortalece a festa na nossa cidade”, observa.

Vicente Irmão conclui dizendo que o trabalho que a comissão organizadora do congo em Paraíso é amplamente reconhecida, serve de referência nas cidades vizinhas e merece o apoio da comunidade local, finaliza.