GEDOR SILVEIRA

Hospital Gedor Silveira adere à campanha de conscientização do Setembro Amarelo

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Saúde | 15-09-2019 14:14 | 349
Foto de Reprodução

O Hospital Gedor Silveira, de São Sebastião do Paraíso aderiu à campanha sobre o Setembro Amarelo que realiza ações de prevenção e conscientização sobre o suicídio. O Dia D da campanha foi realizado em 10 de Setembro. Na próxima terça-feira,17, o hospital em parceria com a Prefeitura realiza um evento com várias palestras que abrangem o assunto.

Assim como a Secretaria Municipal de Saúde que está realizando campanhas junto à comunidade paraisense, o Hospital Gedor Silveira também possui participação ativa, adotando ações e estratégias de prevenção. O objetivo é promover eventos que abram espaço para debates sobre suicídio, além de divulgar o tema e reforçar junto à população a importância de discutir o assunto.  Na campanha de 2019, para estimular os debates, o tema oficial adota pelas instituições e que está sendo repercutido junto à comunidade é "Combater o estigma é salvar vidas" em suas redes sociais.

Na programação elaborada pelo Gedor Silveira consta a realização de três palestras e um debate sobre o assunto. A partir das 8h30 serão feitas as inscrições dos participantes. A primeira apresentação será com o médico psiquiatra, Eduardo Vilar Fonseca, que abordará o tema "Dependência Química e Suicídio", às 9 horas.  Em seguida, o também psiquiatra Pablo Esteban Fernando Cárceres Vera, falará sobre "O suicídio nos transtornos psicológicos".

Outra abordagem será feita pelo psicólogo Frederico Teruaky Simossono, que falará a respeito dos "Aspectos psicológicos e dinâmicos na ideação suicida". Também fará exposição sobre o tema "Questões sobre o suicídio no Hospital Geral" a psicóloga Nayara Nascimento Félix, da Santa Casa de Misericórdia de Paraíso.

Logo após haverá debate entre os participantes que poderão abordar detalhes e aspectos referentes as palestras ministradas.

O acesso ao Hospital Gedor Silveira se dará pela Rua Dr. Antônio Carlos 234, Vila Mariana. Outras informações sobre o evento podem ser obtidas através do telefone (35) 3539-2300. 

Mitos
Ao se falar se suicídio, é preciso estabelecer que são mitos:

Quem fala não faz;

 Tentativas não são para chamar atenção, não é "falta de Deus", não é "falta de serviço". É um sofrimento muito intenso. As pessoas não tentam a expectativa direta de tirar a própria vida, mas de acabar com este sofrimento;

 Quem tenta uma vez sempre vai tentar novamente. Se a pessoa tiver o acompanhamento adequado, pode não repetir a iniciativa;

 Só as pessoas com distúrbio/ sofrimento mental (sempre se fala em depressão) tentam se matar. Nem sempre. Também há de se considerar toda a história da pessoa, tudo o que ela vem acumulando por muito tempo. Um acontecimento pode ser a "gota d"água".