REARBORIZAÇÃO

Vereadora pede projeto de rearborização em avenidas e ruas de Paraíso

Por: João Oliveira | Categoria: Cidades | 18-09-2019 15:04 | 527
Cidinha ressaltou a necessidade de substituir árvores cortadas
Cidinha ressaltou a necessidade de substituir árvores cortadas Foto de ASSCAM

Tendo em vista o calor excessivo, as altas temperaturas que tem sido registradas nos últimos dias e cortes de árvores de espécies inadequadas plantadas nas ruas e avenidas, a vereadora Cidinha Cerize requereu ao Executivo municipal que realize projeto de rearborização no município.

A vereadora citou a avenida Doutor Delfim Moreira, Oliveira Rezende, Wenceslau Braz, Monsenhor Mancini, Monsenhor Felipe, rua Doutor Placidino Brigagão entre outras. "No passado foram plantadas árvores de espécies inadequadas, que cresceram e suas raízes estão causando rachaduras nas calçadas e infiltrações", disse.

A vereadora afirmou também que, atualmente, essas árvores são cortadas e seus troncos não são retirados em sua totalidade, não sendo revitalizada as calçadas e nem plantadas outras árvores no local. "Diante disso, solicito ao prefeito  o replantio de árvores de espécies adequadas nos locais onde as árvores foram retiradas".

A vereadora ressaltou ainda que é de conhecimento que existe uma legislação específica que o cidadão deve revitalizar suas calçadas e fazer o replantio da árvore. "Porém, sabemos da morosidade. Tenho certeza absoluta do interesse do chefe do Executivo em revitalizar toda essa área central, porque foi um dos primeiros projetos de arborização do município, que acredito ter sido feito pelo prefeito Waldir Marcolini, e naquela época foram plantas árvores que não era adequadas", comentou.

Por fim, a vereadora acrescentou ainda que essas árvores de 30 e 40 anos hoje estão sendo cortadas, sendo deixados nos locais o seu tronco. "O que estamos pedindo é que sejam retirados esses troncos, e que novas árvores sejam plantadas no local, acredito que seja de interessa do município em realizar isso", disse.

O vereador José Luiz das Graças fez uso da palavra e disse que, quando houve votação para projeto de Plano de Mobilidade Urbana ele foi contrário porque o projeto passava ao cidadão a responsabilidade desse plantio e revitalização da calçada por um projeto de arbo-rização realizado há mais 30 anos pela própria prefeitura.

"Isso só prejudica o cidadão. Reforço o pedido da vereadora, e que a prefeitura possa fazer todo esse serviço adequado e que possa também pensar em uma calçada adequada para pessoas com dificuldade de mobilidade, como idosos e cadeirantes", completou.