HOMICÍDIO

Tratorista teve corpo carbonizado depois de ser agredido: PM prende suspeitos do crime

Por: Nelson de Paula Duarte | Categoria: Polícia | 23-09-2019 10:12 | 8915
Júnior César dos Anjos admitiu a autoria do crime
Júnior César dos Anjos admitiu a autoria do crime Foto de Nelson P. Duarte

Um homicídio foi registrado no início da noite de domingo (22/9), em São Sebastião do Paraíso. André Luiz Moreira, 32, tratorista, teve o corpo carbonizado em seu próprio veículo. Ele foi abordado por três elementos e levado para o bairro Village Paraíso onde o veículo foi incendiado. O corpo foi encaminhado para o IML em Passos, e não há previsão quando será liberado para sepultamento.

Segundo o tenente PM Bruno, por volta de 20h através de sua central de informações, a PM foi informada que André havia sido agredido com golpes de capacete e colocado em seu veículo Pálio Weekend, e que durante a abordagem recebeu ameaças, dizendo que seria morto. 

Viaturas se deslocaram para o local, no Jardim Itamarati, mas não localizaram o veículo. Depois de alguns minutos novamente a PM foi comunicada que havia um Pálio Weekend, placas de Piumhi, em chamas no Loteamento Village Paraíso. Bombeiros confirmaram que havia um corpo carbonizado.

Três suspeitos foram presos, sendo que Júnior César dos Anjos ao ser ouvido assumiu a autoria do crime, tendo mencionado a participação de um comparsa, mas o nome não foi informado.

Outros dois suspeitos, Luan Mariano dos Anjos Ferreira e Anderson Pereira da Silva estavam no Jardim Itamarati, e assim que visualizaram a viatura policial iniciaram tentativa de fuga de moto, mas o condutor perdeu o controle, eles caíram e foram presos. Júlio, que confessou o crime,  foi abordado e preso em flagrante quando caminhava no bairro Belvedere.

Segundo registros policiais, os três envolvidos no crime têm antecedentes criminais.

André era tratorista, casado, e residia em uma fazenda com a esposa e filhos.

Segundo relatos, na semana passada Júnior teve um desentendimento com sua companheira. André era amigo do irmão dela, e teria interferido, saindo em sua defesa.

Na tarde de ontem (domingo 22/9), segundo informações, André disse que ia tentar apaziguar os ânimos que estavam exaltados, mas a situação acabou tendo o desfecho com sua morte.

Perito técnico da Polícia Civil procedeu levantamentos no local onde o crime foi consumado. A princípio o corpo de André seria levado para o IML em Belo Horizonte, mas foi para o de Passos.

Anderson Pereira da Silva
Júnior César dos Anjos
Luan Mariano dos Anjos Ferreira