PARLAMENTO JOVEM

Estudante representa Paraíso na etapa final do Parlamento Jovem

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Política | 21-09-2019 15:59 | 247
Marcelina Ramos na foto à direita, participa das atividades do Parlamento Jovem e da Escola do Legislativo em Belo Horizonte
Marcelina Ramos na foto à direita, participa das atividades do Parlamento Jovem e da Escola do Legislativo em Belo Horizonte Foto de Divulgação

A estudante Marcelina Ramos foi a representante de São Sebastião do Paraíso na etapa final do Parlamento Jovem de Minas 2019 (PJ Minas). Desde quarta-feira, 18, até o final da tarde de sexta-feira, 20, ela se juntou a outros 123 jovens alunos de diversas regiões de Minas Gerais para participar do encontro. Na oportunidade já foi escolhido o tema para 2020 que será trabalhado com a juventude participante do programa que será "Meio ambiente e desenvolvimento sustentável".

"É uma experiência nova, muito boa. Quando começou este ano, eu não imaginava que ia conhecer o Parlamento Jovem e chegar até aqui. O PJ mudou a minha visão sobre política e, com certeza, ano que vem vou participar de novo", comentou momentos antes do início da Plenária Estadual.

Este é o quinto ano consecutivo em que Paraíso participa do projeto, que discutiu em 2019 a discriminação étnico-racial. Durante cerca de 20 oficinas semanais, a turma aprendeu sobre política e discutiu propostas para combater a discriminação no estado. As ideias votadas a nível municipal foram novamente analisadas no âmbito do Polo Sudoeste, composto por São Sebastião do Paraíso, Guaxupé, Poços de Caldas e Itaú de Minas.

No primeiro dia da etapa final do Parlamento Jovem os 124 jovens chegaram à Assembleia Legislativa, trazendo junto a seus pertences pessoais, toda uma bagagem adquirida durante o ano e também ao longo das fases municipal e regional. Neste período desde março eles se engajaram em atividades de discussão, deliberação e mobilização em torno da discriminação étnico-racial, tema do programa neste ano. E os jovens que iniciaram essa trajetória no programa de formação política e cidadã, realizado pela Assembleia Legislativa, em parceria com câmaras municipais e escolas públicas e privadas, ingressam na etapa estadual com dois desafios: analisar as 85 propostas de enfrentamento ao preconceito e eleger aquelas consideradas prioritárias e, ainda, escolher o tema da próxima edição do PJ Minas.

Os alunos permanecem em Belo Horizonte até este sábado, 21. Eles também são responsáveis por votar o tema a ser debatido no próximo ano, dentro das sugestões apresentadas pelos polos. Em 2020, o tema será "Meio ambiente e desenvolvimento sustentável". Os jovens ouviram orientações sobre como se dariam as demais atividades, quando grupos de trabalho se reuniram para discutir três assuntos relacionados ao tema do projeto em 2019, a discriminação étnico-racial. As subdivisões foram desigualdades socioeconômicas; violências por motivo étnico-racial; e direitos às identidades e à diversidade cultural. Ao todo, foram priorizadas para a plenária final, 12 propostas, sendo quatro por subtema.

Nesta fase, não será mais possível apresentar novas sugestões - os estudantes poderão apenas solicitar, por meio de recursos, que sejam reexaminadas decisões tomadas pelos grupos de trabalho. As propostas aprovadas na plenária estadual vão compor o documento final do PJ Minas 2019, que será entregue à Comissão de Participação Popular da Assembleia, que dará os encaminhamentos que julgar necessários. Elas podem se transformar, por exemplo, em projetos de lei ou embasar ofícios ao poder público com pedidos de informações ou providências.

O Parlamento Jovem de Minas é um programa de formação política e cidadã criado pela ALMG em 2004 e realizado por meio da Escola do Legislativo, em parceria com câmaras municipais e escolas públicas e privadas. A Câmara Municipal de São Sebastião do Paraíso informa que no início do próximo ano será divulgado o período de inscrições. Os jovens estudantes interessados em participar devem ficar atentos para não perderem a oportunidade.