OBMEP

Mais de 370 alunos de Paraíso farão segunda etapa da Obmep

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Educação | 30-09-2019 10:41 | 440
Segunda etapa das provas da Olimpíada de Matemática acontece neste sábado
Segunda etapa das provas da Olimpíada de Matemática acontece neste sábado Foto de Divulgação

Mais de 370 estudantes de escolas públicas e privadas de São Sebastião do Paraíso estão aptos para participar da prova da segunda etapa da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). A avaliação será realizada neste sábado (28/9), a partir das 13 horas. Neste ano serão distribuídas pela organização mais de seis mil medalhas aos participantes melhores classificados, sendo que o resultado final será conhecido a partir de 3 de dezembro.

Dos quase um milhão de estudantes de todo o país que participarão da Olimpíada, 106 mil são mineiros. A prova será aplicada a partir das 14h30. A organização recomenda que os alunos cheguem aos centros de aplicação com, ao menos, 30 minutos de antecedência, portando documento original de identificação (carteira de identidade, certidão de nascimento ou carteira escolar), o cartão informativo da Obmep, lápis, borracha e caneta esferográfica azul ou preta. A prova da segunda fase é discursiva, diferenciada por níveis e tem seis questões, valendo 20 pontos cada.

Em Paraíso o exame acontecerá em 21 estabelecimentos escolares incluindo as escolas dos distritos de Guardinha e Termópolis além de duas da zona rural. As provas também serão aplicadas em seis estabelecimentos particulares. A lista completa prevê ainda a realização da avaliação em outras seis escolas da Rede Municipal de Ensino e as demais são pertencentes a Rede Estadual (Veja a listagem no quadro em anexo).

No caso de São Sebastião do Paraíso foi constatada a existência de estudantes saba-tistas na Escola Estadual Coronel José Cândido.

Durante o período de permanência em sala reservada, eles permanecerão incomunicáveis com os demais alunos e com o exterior e não poderão utilizar nenhum meio de comunicação.  Não será permitida a consulta de livros, códigos, manuais, notas, impressos, etc. Caso alguém queira ir ao banheiro, deverá ser solicitada a presença de um fiscal volante para acompanhá-lo.

Após a leitura das instruções da prova, será concedido o mesmo tempo de prova dos demais alunos, três horas. Alunos enquadrados em algumas das deficiências que necessitem de acompanhamento (ledor, escrevedor), terão direito às 4 horas de duração. É de inteira responsabilidade de cada aluno levar lanche para o período de espera e de prova.

Obmep
Neste ano, a Obmep distribuirá a alunos de escolas públicas: 500 medalhas de ouro, 1,5 mil de prata, 4,5 mil de bronze e até 46,2 mil menções honrosas. Os estudantes de escolas particulares receberão 75 medalhas de ouro, 225 de prata, 675 de bronze e até 5,7 mil menções honrosas. Os vencedores serão anunciados em 3 de dezembro no site da competição. As cerimônias de entrega dos prêmios da Obmep ocorrem em 2020, em data a ser definida. Professores, escolas e secretarias de Educação também concorrem a prêmios, de acordo com o desempenho dos alunos na segunda fase.

Criada em 2005, a Obmep é uma realização do Impa (Instituto de Matemática Pura e Aplicada), com apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM) e recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e do Ministério da Educação (MEC).

LOCAIS DE PROVA OBEMP:
Particulares: CESEC Alda Polastre, Ciolégio Objetivo NHN, Colégio Pula Frassinetti, Colégio Crescer, Colégio Galil-eu e Colégio NESFA (Núcleo Educacional São Francisco)

Estado: E.E. Benedito Ferreira Calafiori, E.E. Clóvis Salgado, E.E. Comendadora Ana Cândida de Figueiredo, E.E. Comendador João Alves de Figueiredo, E.E. Paraisense, E.E. Paula Frassinetti, E.E. Professora Inês Miranda Almeida, E.E. São João da Escócia e E.E. Coronel José Cândido

Municipal: E.M. Campos do Amaral, E.M. Francisco Daniel, E.M. Ibrantina Amaral, E.M. Napoleão Volpe e E.M. Roque Scarano