BIOMÉTRICO

Cadastramento biométrico atinge 9,03% do eleitorado de Paraíso

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Cidades | 30-09-2019 10:43 | 576
Mesmo sem ser obrigatório cadastramento eleitoral biométrico cresce na comarca paraisense
Mesmo sem ser obrigatório cadastramento eleitoral biométrico cresce na comarca paraisense Foto de Divulgação

Levantamento realizado nesta semana pelo Jornal do Sudoeste junto ao Tribunal Superior Eleitoral confirma que cerca de 10% do eleitorado de São Sebastião do Paraíso já está cadastrado pelo sistema biométrico. Mesmo não sendo obrigatório, o serviço iniciado em maio de 2017 vem evoluindo no município e poderá alcançar a casa de 15% do eleitorado até o pleito de outubro de 2020. Conforme já confirmado para a reportagem somente a partir de 2022 é que todos os eleitores do município deverão estar habilitados de forma obrigatória no novo sistema de identificação.

Se considerados os municípios de São Tomás de Aquino, Itamogi e Jacuí que também pertencem a 260ª Zona Eleitoral, da Comarca de São Sebastião do Paraíso, o índice de eleitores cadastrados cresce um pouco mais. Do total de 70.988 eleitores existentes nestas cidades atualmente 9.125 já foram cadastrados biometricamente. Mesmo não sendo obrigatório Paraíso é a que tem a maior quantidade de inscritos entre estes municípios, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral.

A cidade sede da 260ª ZE têm 49.522 eleitores e deste total 4.473 (9,03%) possuem biometria. Em seguida aparece Itamogi que de 9.275 votantes tem 2.631 (28,37%) cadastrados biometricamente. A cidade de Jacuí aparece na sequencia tendo 6.381 eleitores, com 1.703 (26,69%) cadastros. O menor volume está concentrado em São Tomás de Aquino, onde do total de 5.810 votantes, apenas 318 (5,47%) aderiram à nova sistemática até o momento.

Nenhuma das quatro cidades da Zona Eleitoral de Paraíso está na relação entre as localidades onde o cadastramento do eleitorado é obrigatório até 2020. Nestes municípios com biometria não obrigatória, o recadastramento é feito de forma ordinária. À medida que o eleitor precisa de algum serviço nos postos de atendimento da Justiça Eleitoral, ele é atendido por meio da coleta de seus dados biométricos. Nesta mesma condição estão outros 476 municípios mineiros.

Para fazer o cadastramento biométrico, a medida é válida para quem vai tirar o documento pela primeira vez. No caso de quem necessita da segunda via do título eleitoral a Justiça também já está realizando o recadastramento. Para outras informações sobre a necessidade ou não de agendamento para a realização destes serviços é necessário contato com o Cartório Eleitoral, através do telefone 3531-5355. O órgão está localizado a Avenida Doutor Delfim Moreira, 1146, no centro.