CURTAS EDIÇÃO 2343

Curtas

Por: Redação | Categoria: Cidades | 02-10-2019 09:14 | 306
Foto de Reprodução

Contagem
O mês de outubro chegou e com ele o calendário político eleitoral ganha mais um capítulo. É que de agora há exato um ano acontecerá a corrida eleitoral para os cargos de prefeito, vice-prefeito e vereadores. A contagem regressiva já está valendo e já neste período já se percebe movimentações de pretensos candidatos visando se posicionar para o que vem pela frente. Em outros tempos a movimentação era maior.

Visita
A convite de Sérgio Assis, diretor geral do presidio de São Sebastião do Paraíso o deputado estadual Antônio Carlos Arantes visitou a Unidade Prisional. Ele encontrou-se com a Defensora Pública, Jussara de Oliveira Lauria R. Torres e o advogado Adilson Riva. O diretor lhe mostrou as instalações do presidio e o que está sendo feito.

Reivindicações
A superlotação carcerária não é novidade para ninguém, mas algumas questões referentes a infraestrutura do prédio chamam atenção. O diretor Sérgio Assis e a defensora passaram ao deputado Arantes detalhes sobre as principais dificuldades enfrentadas na administração do presídio. E solicitaram a Arantes que seja o interlocutor junto ao governo na tentativa de solucionar problemas. 

Eleições
Vereadores e representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sempre) e do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de São Sebastião do Paraíso (Inpar) se reuniram na semana passada. O encontro serviu para tratar da eleição dos membros do Conselho Administrativo do Instituto para o biênio 2019/2021.  Também para buscar um entendimento em torno de uma candidatura ao novo presidente do Conselho que deverá substituir o atual, Silvio Aparecido de Carvalho. Ele foi indicado pela Casa Legislativa e não deseja mais continuar no cargo.

Para o bem
Conforme o presidente da Câmara, Lisandro Monteiro, o Legislativo tem obrigação de pensar no bem dos servidores públicos municipais, colaborando de todas as formas possíveis com o instituto de previdência da cidade. A intenção dos vereadores é contribuir para que se dê continuidade à boa gestão realizada à frente do Instituto nos últimos dois anos. Por isso, a busca do diálogo e entendimento com o sindicato e o próprio Inpar para se chegar ao bom senso e em conjunto para uma boa decisão.

Zona de comércio
Foi aprovado na Câmara de Paraíso projeto de lei que trata da desafetação de área para implantação de zona comercial no bairro residencial Santa Tereza. A iniciativa estabelece a liberação de uma área do patrimônio público e ao mesmo tempo a implantação de uma zona comercial, de serviços e indústrias. A expectativa, agora, é de que em breve o Executivo Municipal envie novamente à Câmara um Projeto de Lei Complementar, retirado de pauta recentemente, que altera o Plano Diretor do Município para a criação da referida zona comercial.

Critérios
Sobre a possível criação de um novo parque industrial em Paraíso, de modo possibilitar maior número de empregos, há de se considerar alguns pontos. Um deles, primordial, é ter a certeza que a CEMIG poderá atender à demanda de fornecimento de energia necessária, e isso leva tempo, daí providências se é que ainda não foram, deveria ter sido tomadas há algum tempo. E espera-se que o critério da distribuição das as áreas seja levando em conta a efetiva possibilidade de emprego da mão de obra.

Merenda escolar
Integrantes da Câmara dos Vereadores de São Sebastião do Paraíso estão em busca de um consenso para autorizar a venda de alimentos para a merenda escolar no município. O assunto foi tratado durante reunião com integrantes da Associação das Famílias dos Produtores Rurais da Queimada Velha, representantes da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agropecuário. Também compareceram o presidente Lisandro Monteiro e os vereadores José Luiz das Graças, Luiz de Paula, Marcelo Morais, Maria Aparecida Cerize e Vinício Scarano. A secretária municipal de Desenvolvimento Agropecuário, Yara Borges, afirmou que a equipe já está procurando soluções para os problemas recentes ocorridos com chamamento público para a compra dos produtos.

Valorização
O debate girou principalmente em torno do valor pago pelos produtos da agricultura familiar, levando em consideração a oscilação de preços devido à sazona-lidade da produção, bem como a necessidade de a compra respeitar a legislação.  A secretária esclareceu ainda que o preço determinado em edital para os alimentos é definido via tomada de preço, pesquisa realizada nos mercados e feiras locais. O realinha-mento é uma alternativa prevista pelo edital na qual o produtor pode pedir a alteração no valor recebido, provando que o preço pago pelo poder público está aquém daquele praticado pelo mercado. O assunto será discutido em novas reuniões.

Atenção Obras...Sabe-se que em várias vias públicas de Paraíso, a capa asfáltica, quase sempre “fininha” foi para o beleléu, Mas condutores de veículos sugerem que pelo menos dois buracos que têm ocasionado muitos trancos e podem ocasionar danos mecânicos, sejam reparados. Uma pazada de massa asfáltica em cada um evitará constantes xingamentos. Um deles (velho de guerra), na confluência da rua José de Belo com avenida Monsenhor Mancini. O outro, bem maior, fica na rua Nelson Jabur, próximo a um supermercado, e do Terminal Rodoviário.