SEM SAÍDA

Sem saída para a BR 491, rua Francisco Quintino precisa ser melhor sinalizada

Por: Sebastião Tadeu Ribeiro | Categoria: Cidades | 05-10-2019 12:06 | 449
Neste local onde é o início da Rua Francisco Quintino na Vila São Pedro, local ideal para instalar uma placa indicativa, rua sem saída
Neste local onde é o início da Rua Francisco Quintino na Vila São Pedro, local ideal para instalar uma placa indicativa, rua sem saída Foto de Sebastião Tadeu Ribeiro

Condutores de veículos e moradores na rua Francisco Quintino, Vila São Pedro, em São Sebastião do Paraíso, novamente procuraram o Jornal do Sudoeste para solicitar à Secretaria Municipal de Trânsito, Segurança e Defesa Casa, para que mande instalar placas bem visíveis, indicando que se trata de via pública sem saída para veículos. No final daquela via pública, onde ela faz entroncamento com a rodovia BR 491, existe mureta de concreto, onde veículos não têm saída.

Conforme denúncia de moradores e motoristas, principalmente de caminhões de maior porte, chegam ao final da rua e têm que fazer manobras superdifíceis para retornarem para a avenida Wenceslau Brás.

Segundo o antigo morador, Sebastião de Jesus Quintino, muitas carretas e bitrens com mais de 25 metros de comprimento constantemente entram por aquela via e encontram problemas.

O correto é a Secretaria de Trânsito providenciar a colocação de placa indicativa bem visível no início da rua Francisco Quintino, fazendo o alerta, que se trata de via sem saída, e outra, mais em baixo, no entroncamento com a rua Coronel Herculano de Melo, fazendo a mesma indicação (rua sem saída), sugere Sebastião de Jesus Quintino.

É bastante complicado, para quem não conhece o local, via de regra, motoristas de outras cidades, que acabam precisando de ajuda para orientar a manobra dos veículos, e seguirem no destino desejado. Perdem tempo, correm risco de colisões, e, se for à noite, de sofrer assaltos.

Mureta de concreto repleta de entulhos no entroncamento da Rua Francisco Quintino com a BR 491 na Vila São Pedro, onde acontece frequentemente transtornos com motoristas de carretas