DUAS UNIDADES

Creches: recursos para construção de duas unidades são cancelados, uma está sob análise

Por: João Oliveira | Categoria: Cidades | 19-10-2019 11:39 | 659
Foto de Reprodução

Parte da anunciada verba de R$ 6 milhões para a construção de creches em São Sebastião do Paraíso foi cancelada, e o tema foi discutido durante sessão da Câmara Municipal desta semana. O vereador Vinício Scarano afirmou que esteve em Brasília e descobriu que dois empenhos para esta finalidade foram cancelados por falta de “mobilização”. O assunto veio à tona após longo debate envolvendo a falta de vagas nas creches do município e vereadores terem se mostrado insatisfeitos com o plano de ação da Secretaria de Educação para contornar situação.

Em março, o até então ministro da Educação, Mendonça Filho, esteve em São Sebastião do Paraíso onde anunciou a implantação do Campus da Universidade Federal de Lavras no município. Naquela oportunidade, Mendonça também fez o anúncio de recursos na ordem de R$ 6 milhões para conclusão de duas creches em Paraíso, além da construção de uma nova unidade, e de ônibus para atender ao transporte escolar de alunos.

Segundo explicou o vereador Vinício Scarano à reportagem do Jornal do Sudoeste, em Brasília ele descobriu que empenhos referentes a este anúncio foram cancelados. “Estive em Brasília no final de agosto e fui ao MEC conversar com o assessor no ministro da Educação atual. Pedi para ele me mostrar esses empenhos e ele me apresentou o Plano de Ação Articulada (PAR), que é um plano de ação do MEC, e me disse que dos três empenhos que tinha para essas creches, dois foram cancelados”, disse o vereador.

De acordo com Scarano, resta um empenho no valor de 1,2 milhão, que está no PAR, mas que se não houver nenhum parlamentar para dialogar com o ministro e pedir prioridade na destinação deste recurso, provavelmente irá perder. “Segundo esse assessor, o MEC não tem recursos para investimentos. Como houve contingenciamento de recursos na troca de governo, e não teve nenhum deputado para verificar esses recursos e garantir ele para o município, o MEC cortou. O único recurso que ficou, se não houver nenhum parlamentar para ficar de olho, provavelmente iremos perder esse recurso também”, completou.

PREFEITURA ESCLARECE
Conforme afirma a secretária de municipal de Educação, Maria Ermínia Preto de Oliveira Campos, o município estava com três creches avaliadas com algumas pendências, entretanto, uma dessas creches que foi para ser realizada licitação ninguém demonstrou interesse em duas tentativas realizadas pela Prefeitura, e na terceira com a entrada da nova gestão federal cancelou todas as creches que estavam sem iniciar, e a que não havia sido concluída.

“Agora, estamos sabendo que as que estavam em andamento, existe a possibilidade de serem retomadas. Estávamos ainda com uma creche no PAR que estava sendo analisada, que é a terceira creche que o até então deputado Carlos Melles havia conseguido para Paraíso, as outras duas, que foram canceladas, eram da época da gestão do prefeito Reminho. Como foram canceladas as que estavam em andamento, as que tinham iniciado, acredito que nem não logo seja liberada a nova creche”, completou.