TEATRO SEBASTIÃO FURLAN

Oficina de Teatro Sebastião Furlan encerra festividades com a peça Roque Santeiro

Por: João Oliveira | Categoria: Cultura | 24-10-2019 13:52 | 777
Foto de Reprodução

Encerrando as comemorações dos 25 anos da Oficina de Artes Cênicas Sebastião Furlan, o grupo apresentará nos próximos dia 16 e 17 de novembro a peça teatral “Roque Santeiro”, do dramaturgo Dias Gomes. Lançada na década de 60, a peça, cujo o título original é “O berço do herói”, foi adaptada para a televisão em 1985 e obteve grande êxito de crítica e público.

A peça será dirigida por Kayho Rodrigues e Kátia Mumic. Conforme destaca Kayho, Roque Santeiro é um marco na história da teledramaturgia brasileira, já que o lado da novela Selva de Pedra, é a única novela a marcar 100 pontos de audiência. “Foi um dos fatores que fez com que eu e a Kátia Mumic escolhêssemos essa peça para ser encenada este ano. Como são os 25 anos da Oficina, queríamos que fosse uma peça que trouxesse um grande êxito para nós, e dentre nossas opções esta foi a vencedora”, destaca.

O espetáculo será apresentado nos dias 16 e 17 de novembro, às 20h no Teatro Municipal Sebatião Furlan, com ingresso antecipados vendidos a R$ 10 e R$ 20 na porta. “Estamos com expectativas bastante positivas, apesar de ser uma peça baseada em uma novela de bastante êxito, o texto é muito crítico e politizado, porque conta a história de um falso herói. Uma cidade que decide transformar um cidadão que morreu em herói, mas que na verdade estava vivo”, conta.

A história gira entorno do Roque Santeiro, um homem que passa ter a sua morte desejada já após “retornar” dos mortos já que, através desse imaginário criado, o comércio e pessoa próximas a ele passam a lucrar com as custas desse falso herói.

“Na minha opinião, é um texto mais que contemporâneo, porque vemos que são criados falsos heróis, principalmente na política, e que aos poucos esses heróis vão de desfazendo, porque não são tudo isso que é idealizado. Estamos com expectativa muito positivas para esse espetáculo, esperamos casa cheia. Temos ensaiado bastante, estamos investindo na peça para entregar um excelente espetáculo para nosso público”, completa Kayho Rodrigues.