198 ANOS PARAÍSO

Vencedora de festival em Paraíso se apresentou na TV Tupi

Por: Nelson de Paula Duarte | Categoria: Cidades | 01-11-2019 09:05 | 457
Foto de Ilustrativa/Reprodução

Em São Sebastião do Paraíso foram realizados memoráveis festivais de música popular, como o idealizado em 1969 pelo professor e advogado Benedito Paulo Oliveira , de saudosa memória. Participaram compositores de Paraíso e região, época em que vigorava o governo militar.

O auditório da Escola Estadual Clóvis Salgado esteve superlotado nas noites em que foram realizadas a seleção das composições, e na final, quando o júri decidiu que “Caminheiro de Paz”, composta e interpretada por Terezinha Daher era a primeira colocada.

Disputa acirrada, em que o paraisense José Francisco Calazans Morato Campos, filho da saudosa acadêmica, Professora Antonieta Morato Campos e de Geraldo Borges Campos (Peba), ficou em segundo lugar com “Menino da Rua”.

Além de troféu e premiação em dinheiro, o primeiro lugar fez jus a apresentação no programa “Almoço com as Estrelas”, dirigido pelo casal Airton e Lolita Rodrigues, na TV Tupi, que por muitos anos liderou audiência.

O grupo musical Regentes, à época integrado por Guelfo Colombo, Oberlaender Marinzeck, Ricardo, Manoel Luiz Silva e Nelson Duarte acompanhou boa parte dos intérpretes no festival, dentre os quais, Terezinha (Tetê Daher). Numa perua Kombi cedida pela prefeitura, nos bons tempos do prefeito Alípio Mumic, os Regentes também foram para São Paulo.

Airton Rodrigues que tinha ligações afetivas com a cidade, pois aqui residia sua irmã, destacou de maneira carinhosa, São Sebastião do Paraíso,  naquela que era emissora líder em audiência. Numa tarde em que no “Almoço” se apresentaram Nelson Gonçalves, Francisco Petrônio, Roberto Luna, Os Três Morais, Aracy de Almeida, acompanhados pelo Trio do pianista Luiz Melo, a música de Terezinha Daher, e dos Regentes foi elogiada.

O Acadêmico Luiz Ferreira Calafiori e a Acadêmica Edyna Maldi Borges foram jurados no festival.
por Nelson Duarte - Jornal A Semente da APC