198 ANOS PARAÍSO

SEMPRE SUDOESTE 30 ANOS: Uma história de lutas e vitórias

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Cidades | 03-11-2019 20:23 | 633
Foto de Reprodução

Entre as comemorações dos 198 anos de São Sebastião do Paraíso, celebrado em outubro de 2019, um capítulo especial é dedicado aos 30 anos de existência do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SEMPRE). Nascido junto com o processo de redemocratização do Brasil, no final dos anos 80, ele segue firme com o seu propósito de ser a última trincheira de defesa do trabalhador. Com o passar do tempo, ele cresceu, enfrentou crises e batalhas, para se tornar o SEMPRE-SUDOESTE/MG aumentando a sua representatividade e consolidando-se como um sindicato de lutas e vitórias.

Atualmente sobre a presidência de Rildo Domingos da Silva, o SEMPRE-SUDOESTE/MG chega a mais um marco de sua existência ao completar três décadas de atividades. "Olhando para o histórico de todos os presidentes que aqui passaram, trabalharam e enfrentaram muitas dificuldades é fácil reconhecer que são 30 anos de história e de lutas", observa. Várias foram as bandeiras erguidas nas ações em defesa do funcionalismo, em prol de uma classe trabalhadora que comanda a Prefeitura da cidade.

Rildo recorda que conforme a história, no início não havia sede própria, nem sempre havia abertura do Executivo para o entendimento ante as reivindicações feitas para os trabalhadores. Foi através das ações do sindicato, das pessoas que estavam a frente da instituição é que o caminho foi sendo construído ao longo do tempo. "Os companheiros que passaram por aqui tiveram muita luta e dificuldade, houve muito sofrimento e os fatos que são narrados a nós. Tivemos que passar por tempos difíceis com greves, manifestações, perseguições, ameaças veladas e de vários portes e tantas outras questões que ocorreram coibir o trabalho de outros presidentes e do sindicato em si", narra.

Contudo, à medida que os anos foram avançando as raízes sindicais foram se solidificando dando origem aos avanços e conquistas. "Estamos aqui hoje sobre os ombros destes companheiros que lançaram a semente, que batalharam e que fizeram que conseguíssemos atravessar estes 30 anos", observa. Rildo aponta que toda a estrutura do sindicato hoje com sua sede própria, departamento administrativo, contábil, jurídico, e a grande gama de serviços oferecidos é fruto do trabalho de credibilidade de seus antecessores em um trabalho que segue tendo continuidade.

Ele reconhece que a fase de desafios não terminou e hoje as batalhas são outras dentro de um contexto nacional, onde a própria sobrevivência e existência passa a ser uma causa. "As crises são oportunidades de apurarmos nossa capacidade de trabalho, seja de forma individual, seja em conjunto, seja pela ação de cada membro da diretoria e a dedicação de casa sindicalizado que também atua junto conosco", descreve o presidente. 

Rildo salienta que o sindicato é a última trincheira para resguardar os direitos dos trabalhadores. A democratização teve participação ampla neste sentido e foi neste período que a instituição nasceu e se desenvolveu.  "A gente sabe que um grande marco para os trabalhadores se deu com o presidente Getúlio Vargas que proporcionou garantias, direitos e deveres. Depois de um período obscuro coube aos sindicatos ser a trincheira de várias categorias e nós aqui estamos inseridos neste contexto em defesa do funcionários da administração municipal", acrescenta.

Numa visão mais ampla do movimento sindical ele cita que houve muito suor, muitas lágrimas e sangue derramado em prol dos trabalhadores. "Os sindicatos trabalharam muito neste período de democratização se fortaleceram e se mantiveram. Também cabe a classe  observar qual foi a atuação dos trabalhadores durante este período", acrescenta. Ainda assim por ser algo  um pouco fragilizado Rildo vê riscos e possibilidade de toda a construção ruir-se. "Olhando para a nossa jovem democracia, ainda frágil, existe a possibilidade dela ruir sim, mas ainda cremos nas instituições e nos homens que estão à frente dos poderes", disse.

Ainda dentro da construção da história do SEMPRE-SUDOESTE/MG, do movimento sindical mais atuante de São Sebastião do Paraíso são lembrados alguns nomes de ex-presidentes que doaram parte de suas vias à instituição sindicato. "São companheiros e companheiras como a Luzia Aparecida de Souza Alves, Débora Campos, Sérgio Padilha, Antonio Carlos Maffei Bragiatto, Luzia Aparecida Castro, João Picirillo e Rejane Tenó-rio de Araújo Santos entre tantos outros tão importantes que vestiram a nossa camisa, empunharam nossa bandeira e defenderam as nossas causas juntos com nossos associados, muitos que nos antecederam e tantos que hoje conosco estão", ressalta. O presidente enfatiza que o momento é de felicitar. "Parabenizo a todos que fazem parte desta história, desde os que iniciaram, que plantaram a semente, que construíram e que batalham conosco para que  continuemos colhendo frutos.

"A luta continua" é frase que sendo lema do SEMPRE-SUDOESTE/MG que segundo o presidente, "não faltou garra, empenho, dedicação,  e comprometimento com a causa". Ele observa que os servidores se fortaleceram diante todas as lutas. "Desde o passado, as primeiras greves, as perseguiçoes com transferências para Guardinha, outros setores, os castigos  e até ameaças de morte, tudo serviu para o amadurecimento e crescimento da categoria. O eco daquelas ações ainda se ouve nas ações do presente como vimos recentemente em defesa dos nossos interesses de forma destemida lado a lado, ombro a ombro com os nossos servidores", assegura.

Todas estas passagens fazem parte desta história e marca a identidade do Sindicato dos Servidores pela militância e o enfrentamentos das dificuldades. "Tudo isso nos fez conhecidos na região como um sindicato combativo, que acredita nos seus ideais e que batalha por suas causas, que não desiste e não se entrega sem lutar", admite. Para Rildo Domingo é uma grande responsabilidade administrar o legado. "A semente do sindicalismo, do direito trabalhista se expandiu na Prefeitura devido aos movimentos que tivemos, abrangendo não só os servidores sindicalizados, mas as famílias e ao mesmo tempo alcançando toda a comunidade, demonstrando que é possóvel ressistir, não no quebra quebra, mas no direito e na ideologia", acrescenta o presidente.

Quando se fala em vitórias Rildo aponta que a implantação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários e seus respectivos estatutos para os servidores da Educação, Guarda Municipal e o geral estão entre as maiores conquistas já obtidas. "Rodamos por Minas Gerais e o Brasil e a maioria das cidades ainda não possuem esta conquista dos servidores que também é nossa. Recentemente tivemos a promoção extraordinária esperada há 10 anos, além da adequação aos motoristas que ganharam mais um nível de categoria", revela Rildo.  O crédito é dado ao trabalho de parceria e o grau de conscientização de todos os envolvidos. Ao longo do tempo e das gestões que se passaram as Câmaras, os vereadores tornaram-se aliados defendendo os trabalhadores. "É um apoio imprescindível que tem o nosso reconhecimento, assim como os gestores da Prefeitura pela sensibilidade de antes e de agora pela maturidade em entender que este é o nosso trabalho que é a defesa dos nossos trabalhadores.

Se o filho teu não foge a luta, ela se torna mais ampla por força das circunstâncias em que se torna necessário ampliar as bases do horizonte. Assim surge o SEMPRE-SUDOESTE/MG, fruto da visão iluminada da ex-presidente e atual tesoureira Rejane Tenório, que permite ao sindicato uma atuação mais abrangente atendendo em localidades onde os trabalhadores estavam desguarnecidos e agora passa a ter uma forte representação. "Vivemos em um mundo globalizado e quando você ajuda você fortalece e com isso também estamos crescendo", resume Rildo. Com isso, o atendimento também ocorre em Jacui, Pratápolis, Juruaia, Capetinga, Conceição Aparecida, Bandeira do Sul, Botelhos, Campo  do Meio, Cavalhopolis e Ibitiura de Minas.

O SEMPRE-SUDOESTE/MG também está ligado a outras entidades sindicais com filiação junto a Federação dos Servidores Públicos de Minas Gerais (Feserp-MG), Central dos Sindicatos Brasileiros (CBS), a Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB) . "Neste ajuntamento temos participado de cursos, palestras, seminários, capacitações e treinamentos para oferecer  melhor atendimento aos nossos sindicalizados e melhor desenvolvermos a nossa missão. Não medimos esforços para estarmos bem preparados e servir a base", anuncia Rildo Domingos.

Se olhando o retrovisor o cenário é de lutas e conquistas, o horizonte que o SEMPRE-SUDOESTE/MG vislumbra pela frente é de novos desafios e de muito trabalho para novas conquistas. "Fomos reconhecidos por outras entidades, saímos na frente para o enfrentamento do que está por vir e continuaremos buscando parcerias, fortalecendo e trabalhando cada vez mais para alcançarmos nossos objetivos", aponta o presidente. Tratamentos de saúde, exames, casa própria, acesso a plano telefônico, ampliação da rede comércio para o cartão de compras estão entre as conquistas e metas estabelecidas que estão sendo trabalhadas. "Somos quase mil sindicalizados e este número crescerá significativamente, e somos uma força de negociação, diferente do que uma pessoa que luta socinha e estamos abertos a novas parcerias", informa.

A comemoração dos 30 anos de existência do SEMPRE-SUDOESTE/MG já tem data e local com oportunidades dos associados serem brindados de diferentes maneiras. "Teremos a nossa confraternização no próximo dia 25 de outubro, junto com o aniversário da cidade. Estaremos nas dependências do Senior"s Clube Paraisense com nossos sindicalizados e suas famílias para festejarmos este momento", destaca. Para participar o servidores deve ser filiado ao sindicato e o sindicalizado precisa fazer o recadastramento para ter em mãos a nova carteira de identificação que dará acesso ao recinto das festividades. O documento é feito na sede do sindicato.

O presidente reafirma que o momento é de agradecer a todos colaboradores de todos os momentos, sejam os tristes e alegres. "Enfim em todas as horas temos parceiros de verdade que estão prontos a nos dar a mão, devido a credibilidade do trabalho feito o tempo todo". A mensagem para os tempos futuro é prosseguir. "A luta continua, não vamos parar, no alicerce que está e sobre estes ombros construiremos mais, sem limite, nossa objetivo é avançar cada vez mais", finaliza.