198 ANOS PARAÍSO

Minha Visão do Paraíso

Por: Redação | Categoria: Cidades | 08-11-2019 17:29 | 251
Foto de Roberto Nogueira

Caros leitores, escrevo este relato a partir do convite feito pelo Jornal do Sudoeste para contar um pouco sobre minha "visão do Paraíso", ou seja, as diversas particularidades que pude observar em meu pouco tempo de vivência em terras mineiras. Sem grandes delongas: O que torna São Sebastião do Paraíso um lugar especial? Acredito que alguns episódios servirão para ilustrar minha opinião.

Há cerca de oito anos, motivado por oportunidades profissionais, iniciava minha ligação com São Sebastião do Paraíso como professor de História junto a Secretaria Municipal de Educação. E a cidade que hoje me serve de morada, de palco para a construção de minha família e de terra natal para meu filho era, até meados de 2011, apenas um local para visitas ocasionais e passageiras. Quando retomo as memórias deste momento recordo do sentimento de expectativa, de sonho e, por que não, de idealizações que vêm "de carona" com chegada do novo e da mudança. Afinal de contas, o local escolhido carrega uma grande promessa em seu nome: Paraíso.

Em meus primeiros meses na cidade até os dias atuais, pude conhecer com profundidade o Bairro Rural Marques em virtude de meu trabalho na Escola Municipal Roque Scarano. Ali tenho o prazer conviver pessoas munidas de grande simpatia, conhecimento e simplicidade, um local onde posso afirmar com tranquilidade que aprendi/aprendo bem mais que ensinei/ensino. Um lugar onde as marcas gloriosas da produção cafeeira do século XIX deixaram casarões, histórias, causos e lendas que explorei junto aos alunos em um Jornal mensal que publicávamos na própria escola, posteriormente o mesmo recebeu reconhecimento nacional como finalista do "Prêmio Educador Nota 10" de 2015.

Ainda no que diz respeito à História, as primeiras caminhadas pela cidade revelaram mais marcas deste aspecto de grande interesse pessoal. O prédio imponente da Escola Municipal Campos do Amaral com seu modelo clássico e, sobretudo, charmoso despertou-me grande admiração, e em pouco tempo depois, tive a honra de conhecer nos seus mínimos detalhes como membro de seu corpo docente trabalhando com os alunos da modalidade EJA (Educação de Jovens e Adultos).

Neste momento recebi um de meus maiores presentes enquanto educador. Nada é mais gratificante do que ajudar aqueles que não puderam estudar na infância e adolescência a conquistar o tão desejado diploma. Com clareza pude observar a riqueza do conhecimento destes paraisenses que nos procuravam para concluir os estudos carregando dentro de si uma grande força de vontade e uma vida de experiências que deixavam as aulas com um "sabor" todo especial. Aqueles alunos me encantavam com as histórias do Paraíso antigo, com a lenda da Maria Engomada ou com simples lições de como criaram seus filhos.

Não pude deixar de aproveitar este gigantesco conhecimento,  como grande marco deste trabalho, criamos o livro "O Espetáculo da Vida na EJA" publicado pela Editora Cristal em 2017 onde os próprios discentes contavam suas trajetórias de vida e superação.

Deixando um pouco de lado a área educacional, também pude desenvolver em terras paraisenses minha outra grande paixão: a música. Contrabaixista há dezoito anos, fui aos poucos conhecendo os músicos mineiros e fazendo parcerias para trabalhos com bandas e duplas da região. A música mineira, como uma das mais belas de todo cenário nacional, apresentou-se a mim em toda sua linguagem particular, em toda sua riqueza harmônica e rítmica, em sua poesia e pureza.

Entre shows e aulas, ainda tive tempo de conhecer minha parceira para momentos fitness e lanches da madrugada, viagens para praia e serviços domésticos de sábado à tarde...  me refiro a minha "namorada" Elen que há pouco mais de um ano e meio me deu de presente meu paraisense favorito, meu filho Dante.

Enfim, estendendo-se muito mais do que um alicerce para minha carreira educacional/musical ou cenário para vida pessoal, São Sebastião do Paraíso tem sido um lar que me oferece oportunidades únicas de crescimento e realização. Neste momento só tenho a agradecer a todas as pessoas que aqui pude conhecer.

PARABÉNS São Sebastião do Paraíso!
Artur dos Santos Gomes - Professor, leciona na Rede Municipal de Ensino.