GILBERTO AMARAL

VIOLINISTA CAETANO LAURIA

Por: Gilberto Amaral | Categoria: Brasil | 13-11-2019 16:18 | 2565
Foto de

Muita força de vontade e sensibilidade apurada a arte musical. Assim foi Sr. Caetano Lauria que faz parte da história de São Sebastião do Paraiso, como funcionário municipal responsável por muitos anos pelo serviço de água, e especialmente como músico.

Seu pai foi zelador do serviço de água na cidade, e ainda na adolescência, Sr. Caetano passou a ajudá-lo. Com o tempo assumiu a função e desenvolveu brilhante trabalho. Trabalhou com doze prefeitos. Perfurou poços artesianos, fez a captação dos pilões e Samuel, procedeu canalizações importantes, e dotou a cidade com o precioso líquido. A duras penas canalizou água para Guardinha, e ainda hoje o abastecimento de Paraiso se utiliza de sistema implantado por ele.

A música o atraia desde a infância. Em entrevista publicada pelo jornal do Sudoeste em novembro de 1985 na coluna “ Meu Personagem da Semana “, Sr. Caetano contou que sua irmã morava na mocoquinha. Quando sua mãe ‘forneava”, ele ia levar quitandas para ela, e ao passar pela Avenida Angelo Calafiori costumava ficar horas escutando um senhor chamado Canuto, executando o violino. Nessa época Sr. Caetano estava com dez anos.

Como encanador, ainda adolescente, foi prestar serviço em uma residência na rua Pinto Ribeiro, viu um violino em cima de um guarda roupa, e perguntou ao proprietário se havia interesse em vendê-lo. Foi dito que sim, e estabelecido o preço de Setenta Mil Réis.

O garoto Caetano recorreu ao cofrinho que ele mesmo havia fabricado, onde guardava suas economias. Espalhou as moedas em cima da mesa. Tinha Sessenta e Cinco Mil Réis, valor pelo qual, depois de muito tempo e negociação, acabou adquirindo aquele que foi o seu primeiro instrumento. Estava com doze anos.

Se comprar o violino foi difícil, mais difícil ainda foi explicar para sua mãe a origem daquele instrumento com que ela se deparou, debaixo da cama dele. Comprou escondido, porque, conforme disse, seu pai não concordaria com a ideia.

Como auxiliar de seu pai, abrindo e fechando registros no serviço de abastecimento de água, ganhava 90 mil Réis por mês. Foi o que lhe possibilitou custear o início de seus estudos musicais com Armando Grossi, seu primeiro professor.

Comprou métodos e aperfeiçoou-se.

Tocou no Cine Recreio na época do cinema mudo.

Integrou orquestras que faziam fundo musical enquanto filmes eram projetados no antigo Cine São Sebastião, convidado que foi pela pianista Regina Fresatti.Integravam a orquestra, Sebastião Sofiatti, Vitótio Sofiatti, Aristides Leão (tromonista), Finamor (trompestista) e Alvaiade, baterista.

Tocou violino e contrabaixo na Orquestra Pan Americana e Orquestra do Maestro Ophir Mendes.

Uma de suas gratas lembranças foi quando ao lado de Adjaniro Costa e Luiz Sandoval, abrilhantou a festa comemorativa na formatura de Dr. Joaquim Alves Pinto, o Doutor Quinzinho.

Uma alegria especial foi ter recebido em uma residência o famoso violinista Tobias Troisi e ter tocado com ele.

Sr. Caetano Lauria integrou o Coro da Paróquia de São Sebastião, e teve atuação destacada como seresteiro, juntamente com seu cunhado Benedito Caetano (clarinetista), Glicério de Ataíde (violão), Agostinho Sanazaro e Geraldo de Abreu (canavial) violinista, seu filho José Lauria também violinista, dentre outros músicos contemporâneos, e da nova geração, que sempre tiveram grande admiração por ele.

“Eu gosto de música, é a minha paixão. É a coisa mais gostosa que há. Além de minha família, pela qual tenho muito Amor, gosto mesmo é de música”, disse Sr. Caetano Lauria na entrevista ao Jornal do Sudoeste em novembro de 1985.

Sr. Caetano nasceu no dia 14 de agosto de 1905, casou-se em 1940 com a professora Aparícia Nascimento Lauria, também musicista, com quem teve os filhos, Marcus, Miriam, Marcio, Zézito e Martha.

Depois de encantar algumas gerações com sua música, Sr Caetano faleceu no dia 8 de outubro de 1986.

Pioneira das artes
A Galeria de Arte do Templo da Boa Vontade abriga neste mês de novembro a Exposição Anual da Associação Candanga de Artes Visuais, intitulada: Flávia Obino Boeckel. A mostra conta com mais de 60 obras de artes em diferentes estilos e técnicas de 50 artistas associados e reunidos em uma homenagem à essa grande artista plástica e escultora, fundadora da ACAV, falecida em 2018.

Parcerias pela...
O Sebrae e e o governo federal trabalharão em sinergia com o objetivo de qualificar 9 milhões de brasileiros para gerar inovação nos próximos três anos. O anúncio foi feito pelo secretário Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, Carlos Da Costa, durante reunião de líderes da Mobilização Empresarial pela Inovação, liderada pela CNI.

...qualificação e...
O presidente Carlos Melles, reforçou que o Sebrae está sempre próximo de agentes estratégicos e envolvido em projetos que fomentam a inovação, seja na atuação conjunta com a EMBRAPII ou com a SEPEC. “O Sebrae possui um importante papel de ponte por sua capilaridade e capacidade técnica e empresarial. Nossos projetos são motivo de grande celebração, pois estamos em todos os momentos, fazendo um país melhor por meio de sua competente ação”, ressaltou Melles.

...inovação
O evento é a primeira reunião conjunta entre a MEI e a Frente Parlamentar Mista de Ciência, Tecnologia, Pesquisa e Inovação, visando fortalecer a agenda da inovação no Brasil. Em seu discurso, o ministro Marcos Pontes, afirmou que a pasta concentra esforços para melhorar as condições técnicas cientificas dos ambientes de negócio.

BRICS na Corte I
Brasília vai sediar a importante reunião do BRICS pela segunda vez, nos dias 13 e 14. O presidente Jair Bolsonaro será o anfitrião dos integrantes da cúpula. Brasil, Rússia, Índia, China e África Do Sul juntos representam cerca de 42% da população, 23% do PIB, 30% do território e 18% do comércio mundial. Até o final de 2019, o Brasil exercerá a presidência de turno do BRICS.

BRICS na Corte II
A promoção de ciência, tecnologia e informação; da economia digital; do aumento dos contatos entre o setor produtivo do NDB; e reforço da cooperação do combate à crimes transnacionais serão as ênfases da promoção da presidência brasileira.

Pas de deux
Darlan e Célia Rosa fazem o casamento perfeito de arte com memória. Ele é pintor, desenhista e escultor. Ela é professora de teatro e artes visuais. Embora sejam um casal há meio século, só agora Darlan e Célia Rosa resolveram realizar uma mostra única de seus talentos. E é essa união perfeita que terá vernissage no dia 16, no Espaço Cult PaulOOctavio, na 208/209 Norte, em Brasília, a partir das 10h30. A junção de arte, criatividade e memória ocupará o local até dia 5 de janeiro.

Enem
Os participantes que se sentirem prejudicados por algum problema logístico ocorrido durante a realização das provas do Exame Nacional do Ensino Médio de 2019, poderão solicitar uma nova aplicação da prova. O pedido deve ser feito até o dia 18, por meio da Página do Participante, portal da internet para inscritos no Enem. As informações são do Inep, vinculado ao MEC e responsável pela aplicação do exame.

Filmes
O cinema latino-americano vai invadir o Teatro da Caixa Cultural Brasília, desta segunda-feira ao dia 14, durante a 2ª mostra de Filmes BrLab, que reúne produções premiadas em festivais internacionais do Brasil, México, Paraguai, Argentina, Peru e Uruguai. Sob curadoria de Rafael Sampaio, a mostra traz uma seleção de 12 filmes, vários deles ainda inéditos na cidade.

O presidente do Sebrae, Carlos Melles e o secretário Carlos da Costa