ESPECIAL - INTERLAGOS

Max Verstappen desbanca Mercedes, Ferrari e faz a pole position para o GP do Brasil, em Interlagos. 

Piloto da Red Bull conquistou a segunda pole position da carreira na Fórmula 1
Por: Sérgio Magalhães | Categoria: Esporte | 16-11-2019 17:44 | 1154
Max Verstappen dominou a classificação em Interlagos e conquistou a segunda pole da carreira
Max Verstappen dominou a classificação em Interlagos e conquistou a segunda pole da carreira Foto de crédito: AFP

Sergio Magalhães, de Interlagos

O autódromo de Interlagos recebeu um ótimo público na tarde deste sábado (16/11) para assistir à segunda pole position da carreira de Max Verstappen, na Fórmula 1. O piloto holandês da Red Bull dominou a classificação desde o início liderando as três fases da classificação, os Q1, Q2 e Q3, sem dar qualquer chance aos adversários, mesmo tendo cometido um pequeno erro em sua volta rápida na curva do Pinheirinho, o que poderia ter significado uma volta ainda melhor do que 1min07s508. O erro ao exagerar na zebra talvez tenha lhe custado o recorde extraoficial da pista de Interlagos que pertence a Lewis Hamilton, obtido no ano passado com 1min07s281. 

Sebastian Vettel colocou a Ferrari na segunda posição a 0s123 do tempo de Verstappen, formando a primeira fila do grid de largada para a corrida de amanhã.

Lewis Hamilton, já hexacampeão mundial, conquistado por antecipação na última corrida, em Austin, nos Estados Unidos, vai largar em 3º com a Mercedes com um tempo de 1min 07s699, apenas 0s191 mais lento que Verstappen.

Três pilotos de equipes diferentes, Red Bull, Ferrari e Mercedes, nas três primeiras posições do grid, com Valtteri Bottas atrás de Hamilton com a outra Mercedes. A quarta posição seria de Charles Leclerc, mas o monegasco vai perder dez posições no grid por conta da troca de motor. Um prejuízo enorme já que os dois adversários na luta pela terceira posição no campeonato vão largar da primeira fila. 

Alexander Albon fechou o treino em 5º com a outra Red Bull, seguido por Pierre Gasly com a Toro Rosso. A equipe Haas teve um bom desempenho em Interlagos, colocando seus dois carros no top 10, com Romain Grosjean em 8º e Kevin Magnussen em 10º. Kimi Raikkonen vai largar em 8º com a Alfa Romeo.

O circuito de Interlagos tem características parecidas com a pista Red Bull Ring, na Áustria, onde Verstappen ganhou a primeira de suas duas vitórias nesta temporada, o que coloca a equipe austríaca na condição de favorita para amanhã.

Assim foi o treino de classificação para o GP do Brasil

Q1
Robert Kubica foi o primeiro a deixar os boxes, mas o primeiro a marcar tempo foi o companheiro de Williams, George Russell, 1:10:068, marca logo superada por Antonio Giovinazzi da Alfa Romeo com 1:09:316. Sebastian Vettel foi o primeiro dos favoritos à pole a marcar tempo com a Ferrari, 1:08:556. Charles Leclerc passou logo a seguir, 0s036 atrás. 

Na sequência, Alex Albon superou a marca de Vettel: 1:08:503 mostrando que era bom ficar de olho no desempenho da Red Bull. Tanto que imediatamente a marca do tailandês foi superada pelo companheiro de equipe, Max Verstappen, 1:08:242. Os tempos começaram a despencar logo no início da sessão.

Faltando apenas dois minutos para o fim do Q1 apenas a McLaren de Carlos Sainz não havia saído dos boxes com problemas de motor. Vai largar em último.

E o Q1 terminou com Verstappen em primeiro, seguido por Charles Leclerc, Alex Albon, Valtteri Bottas, Sebastian Vettel, Lewis Hamilton, Kevin Magnussen, Lando Norris, Pierre Gasly e Nico Hulkenberg, os dez primeiros. Ainda passaram para a segunda fase, Daniel Ricciardo, Antonio Giovinazzi, Romain Grosjean, Kimi Raikkonen e Sergio Pérez.

Os cortados foram Daniil Kvyat, Lance Stroll, George Russell, Robert Kubica e Carlos Sainz.

Q2
A Pirelli trouxe para Interlagos os compostos de pneus mais duros de sua gama, e é sempre bom lembrar que os pilotos que passam para o Q3 são obrigados a largar com o mesmo tipo de pneu com que fez a melhor volta no Q2. 

Bottas foi o primeiro a marcar volta rápida 1:08:503, mas logo em seguida Hamilton baixou para 1:08:496. E Verstappen baixou ainda mais: 1:07:503. 

Detalhe curioso: com pneus médios Leclerc conseguiu uma boa volta, apenas 0s385 mais lento que Verstappen, em 2º. Porém na segunda tentativa a Ferrari calçou o carro 16 também com os macios.

E assim terminou o Q2 com Verstappen em primeiro, seguido por Leclerc, Vettel, Hamilton, Albon, Bottas, Grosjean, Gasly, Magnussen e Kimi Raikkonen fechando os dez que passaram para a última fase do treino.

Os cortados foram: Lando Norris, Daniel Ricciardo, Antonio Giovinazzi, Nico Hulkenberg e Sergio Pérez.

Q3
A hora da verdade. Hamilton foi o primeiro a deixar os boxes e fez 1:07:861, marca imediatamente superada por Vettel com 1:07:631. E Verstappen voltou a colocar ordem na casa com 1:07:623, mesmo tendo exagerado na zebra da curva do Pinheirinho. 

Na tentativa derradeira do Q3, as duas Red Bull deixaram primeiro os boxes, seguidas pelas Ferrari e só então as Mercedes vieram na sequência. Mas Verstappen não deu chances pra ninguém, fez 1:07:508 e ficou com a pole positon. Sebastian Vettel fechou em com Lewis Hamilton em 3º. Charles Leclerc chegou a fazer a melhor parcial do primeiro setor, mas acabou terminando em 4º e ainda perderá dez posições no grid. 

Amanhã serão 71 voltas do GP do Brasil, com largada às 14h10, transmissão ao vivo da TV Globo e Rádio BandNews FM. O Jornal do Sudoeste acompanha tudo da sala de imprensa do Autódromo de Interlagos.