CONCURSO CAFÉ

Premiados os produtores vencedores do "Concurso Municipal Café de Qualidade"

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Agricultura | 30-11-2019 10:17 | 3096
Durante o evento foram conhecidos os ganhadores do concurso de melhor qualidade do café do município
Durante o evento foram conhecidos os ganhadores do concurso de melhor qualidade do café do município Foto de Renato Donizetti de Queiroz Filho

O produtor Luiz Sérgio Marques, da Fazenda Haras July foi o vencedor do 1º Concurso Municipal Café de Qualidade, de São Sebastião do Paraíso. A solenidade de premiação dos ganhadores foi realizada na noite de quinta-feira, 28, no Parque de Exposição João Bernardes Pinto Sobrinho. A competição reuniu 75 participantes sendo que 20 foram classificados para a etapa final, dos quais cinco ficaram com as primeiras colocações do certame.

O concurso é uma realização da Prefeitura de São Sebastião do Paraíso, por meio da Sedeagro (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agropecuário). A Comissão Julgadora foi integrada por Alexandre Silveira Pádua - NKG Stockler,  Aliomar Fernandes Sobrinho - Nova América Cafés Especiais do Brasil, Diego Neri de Souza - Coopercitrus, João Bernardo de Medeiros Neto - Armazéns Gerais Peneira Alta Ltda., José Vitor Oliveira - Armazéns Gerais Peneira Alta Ltda., Antônio Fagundes de Souza Júnior-Olam Coffee.

Na abertura foi realizada palestra interativa com o engenheiro agrônomo Victor Monsenff de Almeida Campos, de Paraíso. Ele falou sobre suas experiências internacionais com café e em sua explanação abordou sobre as perspectivas de mercado, deixando os produtores animados principalmente nesta semana em que os preços do produto tiveram uma tendência de alta.

Pela ordem, foram anunciados os nomes dos cinco produtores que tiveram cafés melhores classificados. Em quinto lugar, Antônio Adolfo de Souza, do Sítio Renascer, que recebeu de prêmio um vale consultoria e diagnóstico e consultoria em sua propriedade. A quarta colocação foi de João Jaguaribe Alencar de Moura, da Fazenda Granja Ester, que recebeu uma motosserra. O terceiro colocado, Claudeci Fernandes, da Fazenda Lagoa, foi contemplado com um soprador agrícola. Davi Resende dos Reis, do Sítio Três Barras, segundo colocado, que recebeu um perfurador de solo. Todos também receberam certificados.

O grande vencedor do 1º Concurso Municipal Café de Qualidade é o produtor Luiz Sérgio Marques, da Fazenda Haras July. Ele ganhou o selo de qualidade "O Paraíso dos Cafés Finos". Foi presenteado com uma roçadeira com kit de esqueletar.

De acordo com os provadores foi difícil selecionar o vencedor entre finalistas e a diferença entre os melhores colocados foi por décimos. Os laudos sobre a pontuação obtida pelos 20 finalistas podem ser conferidos e estão disponíveis no escritório da Emater/MG.

Os 20 finalistas que receberam certificados e foram homenageados pela organização são Alexandre Antônio de Souza (Fazenda Marques ou Córrego das Areias), Alexandre de Oliveira (Sítio Boa Vista), Antônio Westin (Fazenda Taquaral), Dagmar Resende Pimenta (Fazenda Amaro e Furnas), Francisco dos Santos Tubaldini (Fazenda São Francisco), Henrique dos Reis Oliveira (Sítio Nossa Senhora Aparecida), José Cipriano de Oliveira (Fazenda Boa Vista), José Osmar Pereira de Moraes (Fazenda Serra), Lenine de Souza Furtado (Fazenda Mirante), Márcio Antônio de Souza (Sítio Nossa Senhora das Mercês), Marco Aurélio do Nascimento Garcia (Serrinha / Ribeirão Fundo), Maria das Graças Oliveira Aguiar (Sítio Lagoa), Orothides Auxiliador de Souza (Fazenda Córrego das Areias), Pedro Antônio Dutra (Fazenda Pytuna) e Sílvio Dutra (Sítio Santa Luzia).

De acordo com Marco Aurélio Alves de Paula, chefe de Departamento de Agricultura da Sedeagro o objetivo do concurso é de criar uma identidade para o café que é produzido na cidade com o selo  "Paraíso dos Cafés Finos". "O balanço é positivo e queremos agradecer a todos os colaboradores e realizadores que foram importantes neste processo, através da parceria com a Emater/MG, que sempre esteve junto conosco. Parabéns à equipe da Sedeagro e principalmente o produtor que desde sempre vem produzindo um café com excelência e qualidade abastecendo o mercado da região e do mundo inteiro", acrescenta.

Para a secretária de Desenvolvimento Agropecuário, Yara de Lourdes Souza Borges, a iniciativa foi uma grande realização.  "Tivemos o prazer de participar deste evento maravilhoso, aqui na sede do sindicato junto com os produtores de café e seus familiares. Foi gratificante ver a casa cheia de todos aqueles que foram prestigiar os participantes. Cumprimos o nosso objetivo principal que é o de promover o nosso café, estar ao lado dos produtores", disse.

Ela enalteceu a participação de pequenos, médios e grandes cafeicultores no evento que visa reconhecer e valorizar a categoria. Yara defendeu a união do setor. "Às empresas parceiras que acreditaram neste sonho, apostaram conosco neste projeto e realização, e nos ajudaram a fazer este concurso com transparência e responsabilidade nesta parceria, todos com o mesmo objetivo e sentimento de proporcionar ao produtor rural este momento tão especial que é o reconhecimento a ele da importância dele neste mercado tão abrangente", conclui.

Concurso valoriza café o principal produto da economia no município
A realização do 1º Concurso Municipal Café de Qualidade, de São Sebastião do Paraíso visa agregar valor ao que é produzido no município. Inicialmente foram 75 produtores que fizeram a inscrição, sendo que após a primeira seletiva foram escolhidos 20 semifinalistas. A iniciativa leva em consideração o fato da cidade ser uma das principais produtoras de cafés finos do país e tem por intenção criar um selo de identidade para o cafeicultor.

O objetivo do concurso foi incentivar a constante melhoria da qualidade dos cafés do município, como meio mais eficaz na conquista de novos mercados; agregar valor e atender à crescente demanda por produtos diferenciados. Visa também identificar a qualidade dos cafés produzidos e a participação dos cafeicultores no processo produtivo e gestão da qualidade, além de divulgar a qualidade dos cafés do município. O "carro chefe" da economia paraisense é o café, que ocupa aproximadamente 16 mil hectares uma produção cerca de 450 mil sacas/ano e um movimento em comercializa-ção em torno de três milhões de sacas/ano.

De acordo com João Ber-nardo de Medeiros Neto, presidente da comissão julgadora, todas as amostras de café passaram pela fase de classificação, degustação e avaliação sensorial, que aconteceu no dia 8 de novembro. Segundo ele, para se chegar aos finalistas e vencedores, os jurados pontuaram de zero a dez diversos quesitos como: ponto de torra, fragrância, aroma, uniformidade, ausência de defeitos, doçura, sabor, acidez, corpo, finali-zação e equilíbrio. Cerca de 500 xícaras foram provadas.

Conforme Marco Aurélio Alves de Paula, do Departamento de Agricultura da Sedeagro com o sucesso alcançado nesta primeira edição do concurso amplia-se as responsabilidades para as próximas realizações. "A qualidade só tende a crescer. Eles produzem com excelência e temos a responsabilidade de fazermos cada vez melhor", aponta.

O 1º Concurso Municipal Café de Qualidade de São Sebastião do Paraíso foi organizado pela Prefeitura através da Sedeagro e da Emater/MG. O evento teve a parceria da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Serviços (Acissp), de órgãos como o Armazéns Gerais Peneira Alta, da Coopercitrus Cooperativa de Produtos, Sindpar, Olam Coffee, Caffer Comércio e Armazenamento de Café, NKG Stockler, Emater Minas e Nova América Café.

Contou, ainda, com o apoio da Alpínia Veículos, AWZ Máquinas, Banco do Brasil, Café Scarano, Cetenge, E-ctare, Edinho Transportes, Esid - energia fotovoltaica, Imobiliária Mediterranèe, Jacaré Auto Posto, Laticínios Aviação, Magrão Agro, Tozzi, Paraíso Nutrição, Sebrae MG, Sicoob Nosso Crédito, Sicred, Sumá Paisagismo e Jardinagem, 3 E Ferro e Aço, Tudo Verde Paisagismo e Via Verde.

Cafeicultor Victor Campos ministrou palestra interativa incentivando os cafeicultores
Evento reuniu centenas de produtores e familiares no Parque de Exposições
Evento reuniu centenas de produtores e familiares no Parque de Exposições