SEMINÁRIO

Câmara promove "I Seminário Educação e Cidadania"

Por: João Oliveira | Categoria: Educação | 30-11-2019 02:32 | 903
A superintendente regional de ensino, Maísa Barreto, e o presidente do Instituto Inclua, Caio Toledo
A superintendente regional de ensino, Maísa Barreto, e o presidente do Instituto Inclua, Caio Toledo Foto de ASSCAM

A Câmara Municipal de São Sebastião do Paraíso promoveu na noite de terça-feira (26/11) o "I Seminário Educação e Cidadania". A iniciativa foi da Escola do Legislativo e da Comissão de Educação, e o evento aberto ao público e transmitido pela rede social Facebook, foi gratuito e contou com três mesas temáticas, além de abertura feita pela presidente da Escola do Legislativo de Pouso Alegre, Madu Macedo.

De acordo com o presidente da Escola do Legislativo, Vinício Scarano, a expectativa é de que o projeto se torne regular para que haja mais debates para promoção da educação cidadã. "Nós estamos semeando, plantando tudo com muito carinho e respeito para lá na frente as pessoas colherem bons frutos através da educação e da cidadania. Sinto falta apenas da participação popular, mas não podemos desanimar", ressaltou.

Entre os temas abordados pelos palestrantes convidados, foram debatidos os desafios da educação, empreendedorismo e a importância da participação. Scarano, que mediou os debates, ressaltou a importância e o apoio prestado por Pouso Alegre para o desenvolvimento dos projetos desde a sua fundação, em 2017.

Quem abriu os debates foi a presidente da Escola do Legislativo de Pouso Alegre, Madu Macedo, reconhecida nacionalmente com o projeto da "Constituição em Miúdos", obra publicada pelo Senado Federal que traduziu em linguagem simplificada a Carta Magna para alunos do Ensino Fundamental. Atualmente, os livros são estudados nas escolas de mais de 150 municípios.

Madu destacou a importância de se conhecer sobre política para que haja a promoção de um debate. "Hoje em dia, as pessoas dizem "não quero saber de política, só tem corruptos", o que é uma grande inverdade, porque desde a hora que acordamos até quando vamos dormir a política está influenciando na nossa vida: no preço da carne, violência, transporte público. Tudo isso advém de decisões políticas. A polícia serve para tomarmos decisões para viver da melhor forma possível", defendeu.

Madu destacou ainda que o papel do cidadão não acaba no voto, e quem não se informa se contenta com qualquer informação que receba, ainda que inverídica. "As Escolas do Legislativo são importantes exatamente por isso. O Poder Legislativo não só fiscaliza e legisla, mas também deve se preocupar com a educação cidadão, porque é nele que está a maior representatividade da população. Por isso, a preocupação de levar esse conhecimento para as escolas é muito bacana, pois as crianças são multiplicadoras do conhecimento para suas famílias".

 

MESAS TEMÁTICAS

Após a abertura, os membros da Comissão de Educação, Vinício Scarano, Marcelo Morais e Cidinha Cerizze debateram sobre a importância da gestão democrática e da participação popular. Cidinha destacou que com a Constituição Federal de 1988 foram criados mecanismos que o cidadão pode utilizar para colocar seus desejos e anseios no debate público.

Marcelo de Morais defendeu que a mudança da política passa por uma mudança cultural que vá de acordo com o anseio dos cidadãos. Ele defendeu a transparência nas informações e a necessidade de que ela chegue à população e, ainda, apresentou ainda o site da Câmara Municipal, no qual os paraisenses podem ter acesso a todas as informações sobre o Poder Legislativo, incluindo gastos e salários.

Vinício acrescentou: "Hoje, a TV Câmara passa ao vivo as sessões, que são gravadas e publicadas no Youtube posteriormente. Todas as audiências públicas também são divulgadas ao vivo. Cada vereador presta contas de seu mandato nas redes sociais. Atualmente temos a possibilidade de participação efetiva da população em cobrar, participar e gerar sugestões".

O empresário Francisco da Silva, proprietário da Agely Soluções em Tecnologia, e o aluno da RenovaBR Rafael Flávio, também utilizaram do espaço para discutir sobre educação, mercado de trabalho e empreendedorismo. Ressaltaram as possibilidades abertas a partir da tecnologia. Rafael Flávio, que participou da implementação da Escola do Legislativo de Paraíso, defendeu o fomento do ensino e da prática de ações inovadoras nas escolas, unindo sociedade civil organizada, poder público e iniciativa privada.

Francisco apresentou diversos projetos sociais para aprendizado de tecnologia com alunos desenvolvidos por ele e comentou que a rede de ensino, de modo geral, precisa incentivar e promover mais a inovação e o empreendedorismo entre os alunos. Para ele, as novas tecnologias podem contribuir com campos como meio ambiente, evitando desperdícios, e a geração de emprego e renda, como no caso do Uber.

Por fim, a última mesa temática reuniu a superintendente regional de ensino, Maísa Barreto, e o presidente do Instituto Inclua, Caio Toledo, que abordaram os desafios da educação Maísa disse que a superintendência trilha um caminho de chamar os gestores escolares à responsabilidade. "O que mais escutamos é que os jovens não estão querendo nada. Eles querem, sim, saber muita coisa. O que não querem é ver repetido o que está sendo feito dentro da sala de aula, às vezes. Isso está atrelado à qualidade do ensino que eles vêm recebendo dentro da escola".

Caio, por sua vez, pontuou que o mercado de trabalho, em 20 anos, será muito diferente do atual, sendo que a educação, em geral e a educação inclusiva, não estão acompanhando esse processo. "Os alunos não querem que digam para eles o que eles desejam, mas que os ajudem a enxergar possibilidades. Se a gente não juntar o que estamos propondo com o que eles gostariam que fosse proposto, teremos dificuldades nesse processo", finalizou.

Madu Macedo, presidente da Escola do Legislativo de Pouso Alegre
Membros da Comissão de Educação, Cidinha Cerize, Vinício Scarano e Marcelo Morais
O aluno da RenovaBR Rafael Flávio, vereador Vinício Scarano e o empresário Francisco da Silva, proprietário da Agely Soluções em Tecnologia