ACIDENTE

Idosa cai da calçada e é atingida por caminhão no Jardim Itamarati

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Acidente | 05-12-2019 18:21 | 2247
Vários populares se aglomeraram para acompanhar atendimento à vítima
Vários populares se aglomeraram para acompanhar atendimento à vítima Foto de Roberto Nogueira

Um acidente de trânsito registrado por volta das 16h30 na altura do nº 636-A da rua Samuel Soares, cruzamento com a rua Juca Belmiro na divisa entre os bairros Jardim Itamarati e Jardim Ipanema quase provocou uma tragédia. Segundo populares uma idosa que caminhava pela margem da calçada teria sido atingida na cabeça por um caminhão baú que transitava pelo local. A mulher tentava desviar de uma rampa muito íngreme quando se machucou e chegou a cair na via.

“Foi um susto muito grande”, disse o motorista do veículo que se disse surpreso quando ouviu o barulho da batida da cabeça da mulher na lateral do caminhão. “Eu estava descendo devagar e ela subia acompanhada de outra pessoa, acho que é irmã dela, quando tudo aconteceu”, disse o condutor que aguardou o socorro à vítima e aguardava a presença da Polícia Militar para o registro da ocorrência.

A princípio o caso foi registrado como atropelamento pelo Corpo de Bombeiros que deslocou uma Unidade de Resgate para o local. A idosa atingida apresentava um pequeno corte na cabeça e escoriações leves pelo corpo. “Segundo populares ela tentava desviar da rampa na calçada, quando passava um pequeno caminhão que ao fazer a curva atingiu o baú na cabeça dela que caiu ao solo”. A vítima foi levada à Santa Casa e foi medicada.

O SAMU também foi acionado para a mesma ocorrência e enviou uma viatura com uma equipe de socorristas que auxiliaram no atendimento a outra mulher irmã da vítima. Apesar de não ter sido atingida ela estava bastante assustada e não apresentava ferimentos.

Ainda assim foi encaminhada para casa nas proximidades, pela equipe do SAMU. Posteriormente a Polícia Militar compareceu ao local para registrar um boletim de ocorrência.

Muitas pessoas que estavam no local se queixavam das construções de rampas nas portas de entrada das casas apontadas como “irregulares”. O secretário de Obras, José Antonio Cintra, que passava pelo local fez observação de que este tipo de situação precisa ser verificada. “A primeira vista não me parece certo, veja só a altura, é muito perigoso”, observou. A situação deverá ser acompanhada por fiscais da Prefeitura.

Situação das rampas “irregulares” nas calçadas deverá ser analisada