UFLA

Ganhadores do Festival de Poesia da Ufla são premiados em Paraíso

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Educação | 21-12-2019 11:29 | 598
Solenidade de premiação do Festival de Poesias aconteceu no anfiteatro do Ceduc em Paraíso
Solenidade de premiação do Festival de Poesias aconteceu no anfiteatro do Ceduc em Paraíso Foto de Divulgação:

A Universidade Federal de Lavras (UFLA) promoveu o Primeiro Festival de Poesias de São Sebastião do Paraíso, envolvendo escolas das redes municipal e estadual do município. A premiação aconteceu no Salão Nobre da Cooperativa de Crédito Sicoob. No total, 18 alunos de oito escolas municipais e uma estadual foram premiados com seus trabalhos. Pela participação, eles receberam brindes e medalhas.

A Pró - Reitoria de Extensão e Cultura da UFLA (Proec), juntamente com os departamentos de Ciências Exatas (DEX), de Educação (DED) e de Estatística (DES), realizaram mais uma edição de premiação dos Festivais de Poesia da Universidade Federal de Lavras. Além de São Sebastião do Paraíso, solenidades semelhantes ocorreram em cidades como Lavras, Três Pontas, Nepomuceno, Ibituruna e Bom Sucesso. Organizado de forma voluntária, a participação nas competições é gratuita e voltada para alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e do Ensino Médio de escolas públicas e particulares.

Para o pró-reitor de Extensão e Cultura, professor João José Granate de Sá e Melo Marques, a expectativa é ampliar cada vez as competições e estreitar os laços entre UFLA e sociedade. “Isso faz parte das funções da universidade. A matemática, a poesia e o xadrez, além do valor intrínseco que possuem, dão a base para uma série de conhecimentos com um caráter pedagógico muito grande”, disse.

Os Festivais de Poesia tiveram sua primeira edição em 2017, na cidade de Três Pontas. Coordenado pelo professor do DED Celso Vallin, o concurso chegou a Lavras, Bom Sucesso, Ibituruna e Nepomuceno em 2018 e, este ano, estreou em São Sebastião do Paraíso. As poesias são expostas em um mural da escola e depois são votadas pelos próprios alunos, passando posteriormente à organização do evento.

Em 2019 mais oitocentas poesias foram escritas por crianças e adolescentes de diversas idades nas seis cidades participantes. Para o professor Celso, a poesia é uma porta para a leitura. “A poesia é uma oportunidade que estamos abrindo para esses alunos e alunas para que eles se lancem à criatividade. Temos nos surpreendido, pois eles começaram a falar coisas que antes não eram escutadas; fazer poesia é dar a voz à essas crianças e aos adolescentes”, comenta.

Premiados do Festival de Poesia UFLA Paraíso
- Davi Yohan Bueno de Carvalho - E.M. Roque Scarano - Poesia O meu futuro
- Angelica Fátima do Nascimento Teodoro – E.M. Roque Scarano - Poesia Ninho no Coração
- Julio César Santana do Paulo - E.M. Franscisco Daniel - Poesia Amor de Verdade
- Asheley Kawany Trindade da Silva - E.M. Franscisco Daniel - Poesia O Amor
- Eduardo Martins Matheus - E.M.Termópolis - Poesia Onde eu moro (sou aqui desse interior)
- Yasmin Leandro Soares - E.M. Termópolis - Poesia Onde eu vivo (moro em um sítio)
- Elisa Rita Oliveira Bonacini - E.M. Campos do Amaral - Poesia Minha Escola Querida
- Isis Soares Colombaroli Silva - E.M. Campos do Amaral - Poesia Família Querida
- Beatriz de Araújo Carvalho - E.M. Professora Hilda Borges Pedrosa - Poesia O dia de Congada
- Sarah Jane Pimenta Teixeira - E.M. Professora Alice Naves - Poesia Meu mundo
- Hugo Gabriel Bueno Roque - E.M. Napoleão Volpe - Poesia Meu lindo condomínio Cachoeira
- Beatriz Elena de Pádua Silva Santos - E.M. Wulfida Marcolini - Poesia Escola dos sonhos
- Cibele Bento Rissi - E.M. Campos do Amaral - Poesia Amor
- Paula Ferreira Martins - E.M. Campos do Amaral - Poesia O meu futuro
- Elyeser Evangelista Martins dos Santos - E.M. Campos do Amaral - Poesia Evolução da minha mente
- Breno da Silva Santos - E.M. Campos do Amaral - Poesia Vida
- Érica Maria Romualdo - E.M. Campos do Amaral - Poesia Humanidade
- Tauane de Oliveira Ferreira - E.M. Campos do Amaral - Poesia Perspectiva de vida