PROCESSOS

Em Paraíso, Justiça Federal teve mais de 4.100 processos sentenciados em 2019

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Justiça | 11-01-2020 22:24 | 545
Implantação do PJe agiliza tramitação de processos na Vara da Justiça Federal em Paraíso
Implantação do PJe agiliza tramitação de processos na Vara da Justiça Federal em Paraíso Foto de Arquivo Jornal do Sudoeste

O ano de 2019 foi de intensa movimentação processual no âmbito da Justiça Federal, Subseção Judiciária de São Sebastião do Paraíso. Conforme informações obtidas pelo Jornal do Sudoeste atualmente tramitam na repartição mais de 7.400 processos. Com a implantação do Processo Judicial Eletrônico (PJe) no ano passado para as novas ações, as tramitações ganharam maior celeridade e transparência.

Com os números obtidos pela reportagem divulgados pela Secretaria da Vara Federal é possível fazer algumas comparações na avaliação de resultados sobre a movimentação de processos. Em algumas situações os números são próximos como é o caso da distribuição processual. No ano de 2018 foram 1.300. Referidas audiências foram realizadas por um único magistrado, sendo que a maior parte desses processos é sentenciada na própria audiência. No caso da Justiça Federal - Subseção Judiciária de São Sebastião do Paraíso, o atendimento é feito pelo magistrado Marcelo Eduardo Rossito Bassetto, juiz titular da 1ª Vara.

Outro indicador que revela a intensidade dos trabalhos na Vara da Justiça Federal é a quantidade de processos sentenciados. De 3.038, em 2018, o volume de ações solucionadas subiu no ano passado para 4.127 casos.

Ainda de acordo com o balanço divulgado, atualmente tramitam na Vara Federal em São Sebastião do Paraíso, 7.401 processos, sendo que 2.917 são classificados como processos de Vara e 4.484 processos do Juizado Especial Federal.

Mesmo com o crescimento na movimentação de entrada de processos a quantidade de ações julgadas também foi elevada para uma condição satisfatória. "No final de 2018 tramitavam 7.834 processos, ou seja, mesmo com aumento na distribuição de 2018 para 2019, conseguimos, no último ano,  julgar mais processos do que os distribuídos", descreve Edilene Aparecida da Silva, diretora de Secretaria Vara Única da Subseção. Com isso a Justiça Federal de Paraíso alcançou a Meta 1 do Conselho Nacional de Justiça.

"O desempenho foi satisfatório e nos foi concedido o Selo Ouro por atingirmos esta e outras metas estipuladas para o Judiciário no período de 2018/2019", comenta.

Desde 2019, todos os novos processos passaram a ser distribuídos eletronicamente e a expectativa é de mais economia e celeridade no andamento das ações.

O Processo Judicial Eletrônico (Pje), desenvolvido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em parceria com diversos tribunais e outras entidades, proporciona mais praticidade, segurança e celeridade na gestão processual e mais acesso à Justiça.

O novo sistema passou a ser adotado em 2018 e em seguida expandido a todas as classes cíveis nas localidades da Justiça Federal da 1ª Região que abrange o Tribunal, Seções e Subseções Judiciárias.