RESTABELECIDO

Abastecimento de água é restabelecido após rompimento de adutora da Copasa

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Cidades | 17-01-2020 17:36 | 1229
Máquinas e trabalhadores foram utilizados para o restabelecimento do fornecimento de água que foi prejudicado devido ao rompimento de adutoras
Máquinas e trabalhadores foram utilizados para o restabelecimento do fornecimento de água que foi prejudicado devido ao rompimento de adutoras Foto de Divulgação

Moradores de boa parte de São Sebastião do Paraíso ficaram quase 24 horas desabastecidos da água fornecida pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), desde a tarde de quinta-feira,16. O problema, segundo a empresa, foi provocado pelas intensas e fortes chuvas registradas no meio de semana no município que fizeram com que duas adutoras se rompessem na região próxima ao bairro Jardim Itamarati.

“Foi preciso um trabalho intenso e conseguimos refazer a religação no início da tarde de sexta-feira”, informou Sérgio Luiz Rezende, diretor da Gerência Regional da empresa em Paraíso.

Com a falta de água nas torneiras desde a tarde de quinta-feira,16, moradores dos bairros atingidos correram para as redes sociais para reclamar e protestar contra os serviços da empresa. Conforme apurado pela reportagem o problema ocorreu com deslocamento de pelo menos três tubos por onde a água passa e é transportada desde os locais de captação até a estação de tratamento. “O problema ocorreu em um local de difícil acesso, numa área pantanosa onde os tubos desembolsaram”, explicou o diretor da Copasa.

Em comunicado oficial a Companhia esclareceu que o rompimento da adutora ocorreu em razão das fortes chuvas que caíram na região. Foram afetados o fornecimento aos bairros Alto Bela Vista, Cidade Nova, Cristo Rei, Jardim América, Jardim das Paineiras, Jardim Europa, Jardim Mediterranèe, Real Grandeza, São José, Verona e Vila Dalva, entre outros.

Segundo informações o sistema de bombeamento que funciona até às 22 horas foi mantido em funcionamento a noite toda para manter o abastecimento parcial da cidade. A empresa trabalhou durante o período com 60% de sua capacidade e ainda realizou manobras para que outras regiões não fossem mais afetadas.  

Para a manutenção na rede foi preciso a contratação de uma máquina escavadeira para ajudar nos serviços de reparos, já que o local onde ocorreu o rompimento da tubulação é uma área alagada. Logo pela manhã os funcionários fizeram o realinhamento dos tubos e refizeram a estrutura de apoio inicialmente com estrutura de madeira.

Posteriormente seriam colocados reforços com material metálico. A expectativa inicial era de que o fornecimento de água para a estação de tratamento seria restabelecido por volta das 16 horas. Já o abastecimento seria normalizado na manhã de sábado em todas as regiões afetadas.

No entanto, com a agilidade dos serviços a religação da rede aconteceu por volta das 13 horas quando o serviço voltou a funcionar a plena vazão. Com isso a Copasa informou que o abastecimento voltou mais cedo e toda a população seria normalmente atendida até o início da madrugada de sábado.