GRANDE OBRA

Erosão deu lugar a uma grande obra no Jd. Mediterranèe

Por: Sebastião Tadeu Ribeiro | Categoria: Cidades | 24-01-2020 22:56 | 1038
Nesta necessária e bela obra de saneamento básico, vai precisar de constantes cuidados de serviços de manutenção
Nesta necessária e bela obra de saneamento básico, vai precisar de constantes cuidados de serviços de manutenção Foto de Sebastião Tadeu Ribeiro

Uma das grandes obras feitas e concluídas em 2019 no perímetro urbano de São Sebastião do Paraíso se trata da canalização de águas pluviais onde havia enorme erosão em área verde, entre o Jardim Mediterranèe I e II. Essa necessária obra inicia-se na rua José Porfírio e vai margeando por toda extensão das ruas Vereador Sebastião Pimenta de Pádua e Jonas Inácio Ferreira, e termina no entroncamento com as rua Marcus Nascimento Lauria.

Dentro da canalização, o piso e laterais foi feito com lascas de pedras cabo verde, dentro de telas de arame galvanizado, que não enferruja, e tem durabilidade por dezenas de anos, serviço esse chamado de gabião.

Como se pode observar pela foto, no entorno da canalização foi feito enorme aterro dos dois lados, e plantada grama japonesa, sendo que ficou um serviço e visual deslumbrantes. Mas, com a temporada chuvosa, torrencial, bem no início da canalização, na rua José Porfírio, placas de grama plantadas sobre o barranco do aterro se desprenderam e se não for feito o reparo o mais breve possível, a tendência é de aumentarem os estragos, e assim ficar mais dispendioso.

Também na rua Vereador Sebastião Pimenta de Pádua, uma boca de lobo está entupida de terra e sua grade foi arrancada. No entorno de todo o gramado no aterro da canalização, está ficando repleto de mato (pragas) que podem “engolir” aquela beleza de grama, caso não seja retirado, podendo comprometer todo o plantio do gramado.

Outra obra que precisa ser iniciada o mais breve possível em torno do aterro e do plantio do gramado, é a calçada, porque com a intensidade das chuvas volumosas, poderá ocorrer erosão onde é a calçada, e se estender pelo aterro afora.

A obra do gabião e plantio da grama foram executados pelos proprietários do Jardim Mediterranèe e Construtora Objetiva. Coube ao município (Prefeitura) o fornecimento do material e parceria em parte da mão de obra transporte de terra para recomposição.

Ao Jornal do Sudoeste o secretário municipal de Obras, José Cintra, explicou que a construção da calçada, a cargo da Prefeitura, chegou ser iniciada, mas tendo em vista o período chuvoso, o serviço foi interrompido, devendo ser reiniciado assim que possível.

Conforme afirmação do prefeito Walker Américo, a Prefeitura vai construir calçada adequada para caminhadas em torno da canalização e também irá plantar árvores no local.

No início da obra de canalização de aguas pluviais do Jardim Maditerranèe , placas de gramas se soltaram