DENGUE

Caso positivo de dengue é registrado no Cidade Industrial

Por: João Oliveira | Categoria: Saúde | 24-01-2020 23:23 | 1078
Foto de Imagem Ilustrativa/Reprodução

Um caso positivo de dengue foi confirmado no bairro Cidade Industrial, em São Sebastião do Paraíso. Até o momento, já foram notificados à Vigilância em Saúde 13 casos suspeitos, dos quais três foram negativos, um positivo e os demais estão aguardando resultado.

Segundo a coordenadora da Vigilância em Saúde, Daniela Cortez, a situação preocupa, já que o índice de infestação do mosquito Aedes Aegypt está muito alto e a doença está presente no município.

"Este caso positivo, pode ter sido importado, já que a pessoa viajou recentemente, mesmo assim estamos preocupados porque o levantamento do número de focos do mosquito apontou índice muito maior que no último ano. A população precisa se conscientizar e nos ajudar no combate ao mosquito. Se cada um fizer sua parte, não correremos os mesmos riscos do ano passado", ressalta.

Sobre este caso positivo, Cortez comenta que naquele bairro existe uma ligação a outro bairro próximo a as pessoas tem depositado muito lixo e, conforme explica, esses resíduos têm servido de criadouro para o mosquito da dengue. "Somente o poder público não consegue resolver o problema da dengue se não houver participação da população. No ano passado removemos cerca de 60 caminhões de lixo nos mutirões da dengue, mas parece que não tem resolvido", aponta.

A coordenadora da Vigilância em Saúde ainda fala sobre a preocupação com o fim das chuvas. "Por enquanto está chovendo muito, mas assim que parar é provável que haja aumento dos casos. O grande problema são essas chuvas seguidas de sol, porque se chovesse muito, isso ajudaria um pouco no próprio combate, já que mata o mosquito alado, e lava os focos do mosquito, mas não é o que acontece", lamenta.

Daniela ressalta que, apesar dos números ainda estarem baixos, de uma semana a outra quase dobrou a quantidade de notificações e ela destaca: "A atenção tem que ser permanente, somente o agente não dá conta de combater à dengue. É preciso que a população nos ajude, que verifique seus quintais e que não faça descarte irregular de lixo, senão todo o trabalho que nós realizarmos será em vão", completa.