23 CAOS HIV EM 2019

Paraíso registra 23 novos casos de HIV em 2019

Por: João Oliveira | Categoria: Saúde | 29-01-2020 17:47 | 1432
Foto de Reprodução

O ambulatório de Infectologia em São Sebastião do Paraíso registrou no ano de 2019, 23 novos casos do vírus da imunodeficiência humana (HIV), causador da síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA), mais conhecida pela sigla inglesa AIDS (acquired immunodeficiency syndrome). A doença compromete todo o sistema de defesa do organismo, fazendo com que a pessoa infectada desenvolva infecções que podem levar a morte.

Conforme explica a coordenadora do ambulatório, Patrícia Bícego, até o momento não existe cura para a doença e a melhor forma de prevenção ainda é o uso do preservativo em todas as relações sexuais, sendo esta a principal forma de transmissão da doença. Até a data de apuração desta matéria, o Ambulatório fazia o acompanhamento do tratamento da doença de 183 pacientes.

Embora não haja cura, existe o tratamento que inibi o desenvolvido do HIV e que resulta na AIDS, que é o estágio mais avançado da doença causada pelo vírus HIV. O tratamento possibilita que o indivíduo possa ser soropositivo, ou seja, portador do vírus HIV, mas que viva com boa qualidade de vida. Buscar um diagnóstico precoce, em caso de exposição ao risco é fundamental para aumentar ainda mais a qualidade e sobrevida da pessoa.

De acordo com Patrícia, os exames, além de serem rápidos, são feitos de forma sigilosa e tranquila. "É preferível que o paciente agende a consulta, mas se ele chegar aqui e for possível, porque geralmente estamos sempre em atendimento, ele também será atendido, se não for possível será marcado um retorno para o dia seguinte ou em outro período, mas nada que demore muito tempo, e ele não vai ficar esperando", completa.

ATENDIMENTO
O Ambulatório de Infectologia fica no prédio localizado a Rua Placidino Brigagão, nº 1660, Centro. O atendimento é de segunda a sexta das 7 às 11h e das 13 às 16h. Caso queira tirar qualquer dúvida ou agendar um atendimento, o contato pode ser feito pelo telefone 3531-1055.