CURTAS EDIÇÃO 2376

Curtas

Por: Redação | Categoria: Cidades | 01-02-2020 15:23 | 343
Foto de Reprodução

Violência
Muita gente anda assustada com os índices de violência no município paraisense neste início de ano. Em 30 dias foram registrados cinco homicídios consumados número que chega bem próximo ao volume total do mesmo tipo de crime do ano passado inteiro e ainda restam mais 11 meses pela frente. Logicamente que cada caso é um caso e cada um tem suas motivações, mas é importante que algo seja feito rapidamente para minimizar este problema. O assunto envolve aspectos políticos, econômicos, sociais, religiosos e outros, sendo necessário mobilizar atores de todos estes segmentos para ao menos minimizar o problema.

Nada fácil
E nesta semana o presidente da Câmara dee São Sebastião do Paraíso, Lisandro Monteiro, foi parar lá no Pontal do Triângulo, em Araguari. O objetivo era transferir um paraisense que ficou hospitalizado e não estava conseguindo jeito de ser transferido para Uberlândia devido ao famoso SUS Fácil. Ele chamou a atenção das autoridades desde o governador, deputados e o secretário de Saúde de Minas para o descaso e a falta de respeito com o ser humano.

Vão propor
Na edição anterior aqui nas Curtas foram citados nomes de possíveis pré-candidatos a prefeito de São Sebastião do Paraíso. No decorrer da semana chegou-nos a informação que um grupo vê com simpatia e pretende procurar o engenheiro e empresário José Márcio Colombarolli e lhe propor apoio para que se candidate a prefeito. Apoiadores ressaltam sua seriedade e visão empreendedora.

Deferido
A Superintendência de Serviços de Transportes de Passageiros da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) deferiu pedido do Expresso União para a implantação dos mercados na linha Passos a São Paulo. O primeiro trecho abrange as cidades de Passos, Itaú de Minas e São Sebastião do Paraíso para Altinópolis (SP), Ribeirão Preto (SP) e Campinas (SP). Tem também de Itaú de Minas e Paraíso direto para São Paulo. Autorizado está, basta a empresa iniciar os trabalhos. A população terá novos itinerários e horários e oportunidades diferenciadas.

Arrecadação
Tendo em vista a grande quantidade de municípios que foram afetados pelas fortes chuvas em Minas Gerais na semana passada, foram mais de 100, as unidades da Polícia Militar e também do Corpo de Bombeiros em toda a região tornaram-se postos de arrecadação de doações em favor das famílias atingidas. Estão sendo recebidos alimentos, água mineral, alimentos não perecíveis, roupas de cama e banho, além de cobertores. O material coletado será trazido para a sede do 43º Batalhão em Paraíso e encaminhado para Poços de Caldas de onde seguirá para a Defesa Civil em Belo Horizonte. É a hora em que a solidariedade fala mais alto.

Sangue
Normalmente o cidadão paraisense costuma se deslocar até o Hemominas em Passos para fazer doações de sangue. Informação que vem preocupando o setor e que foi confirmada nesta semana são as dificuldades financeiras e materiais que a unidade regional tem enfrentado nos últimos tempos. A crise é tanta, a ponto de os responsáveis pelo setor anunciarem a possibilidade do fechamento do local o que poderá afetar toda a região.

Estoques
Há de se ressaltar que os estoques de sangue existentes já estão baixos e aproxima-se o carnaval época em que se consomem muitas bolsas, devido a acidentes e outros problemas comuns do período.

Demorou
Há muito se reivindica ao menos um posto de coleta de sangue de doadores em São Sebastião do Paraíso. De fato, é inconcebível que um centro regional em Saúde, com uma Santa Casa em crescente atendimento em várias especialidades, notadamente no Hospital do Coração em franco crescimento a atender pacientes vindos até mesmo de outros estados, não tenha uma unidade do Hemominas. Ao menos de um posto de colega, já passou da hora.

Videomonitoramento
Até hoje ninguém mais falou no paradeiro das câmeras antes existentes e que faziam o monitoramento nas rodovias de acesso a cidade. O material foi desativado por não darem conta de fazer o sistema funcionar via internet. Chegou-se a cogitar a implantação de modelo mais moderno que não saiu do papel. Há poucos dias na vizinha Monte Santo de Minas foi colocado em operação um programa de videomonitoramento com cerca de 15 câmeras que cobre boa parte da região central daquele município que tem funcionado com imagens de excelente resolução. Outras cidades aderiram e avançaram enquanto Paraíso sede do Batalhão ficou parada no tempo.