PLACAS

Empresas são credenciadas para fornecer novas placas veiculares

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Brasil | 01-02-2020 15:47 | 1059
Empresas são credenciadas pelo Detran-MG para fornecer novas placas de identificação veicular no Estado
Empresas são credenciadas pelo Detran-MG para fornecer novas placas de identificação veicular no Estado Foto de Reprodução

O delegado Vinícius Zamó, responsável pelo Setor de Trânsito da 4ª Delegacia Regional da Polícia Civil anunciou que em São Sebastião do Paraíso não está sendo feita a implantação da placa Mercosul, prevista para ser obrigatória no emplacamento de veículos novos desde a sexta-feira, 31, em todo o País. A situação é a mesma em todo estado de Minas Gerais onde o prazo foi adiado por prazo indeterminado. Conforme comunicado do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran/MG), as empresas fabricantes das placas ainda estão em processo de cadastro.

Em Minas, o credenciamento das empresas estampadoras e fabricantes de placas veiculares começou somente na última quarta-feira, 29.

O requerimento das empresas que farão a confecção das novas placas no modelo Mercosul deverão ser analisadas em até 60 dias. Desta forma o início do emplacamento no novo sistema, que possui quatro letras e três números, será divulgado nos próximos dias.

Através de comunicado divulgado na última quarta-feira, 29, o Detran informa que está adotando todas as providências necessárias para a implantação das Placas de Identificação Veicular (PIV) no modelo estabelecido pela  Resolução nº 780 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Durante a fase de credenciamento das empresas estampadoras e fabricantes que é de 30 dias, prorrogáveis por mais 30 dias, os veículos serão emplacados com a placa do sistema atual com três letras e quatro números.

Os veículos com a antiga placa podem continuar a circular, sem a necessidade de migrar para a nova placa, exceto nos casos de transferência de Unidade Federativa ou município, mudança de categoria, perda, furto, roubo, rompimento de lacre e qualquer dano à placa cinza. A adoção do novo modelo será obrigatória para os casos de primeiro emplacamento situação esta que já foi solucionada anteriormente.

Conforme o delegado de Trânsito, Vinício Zamó, uma das principais diferenças entre os modelos de placa é que o novo terá selagem. Quanto à questão da segurança ele acredita ser necessário que o sistema entre em funcionamento para verificar e analisar comparativamente. O sistema que está em fase de implantação permitirá que sejam feitas ate 450 milhões de combinações de placas em todo o país.

QR Code
O novo padrão de placa possui um QR Code , gerado pelo  Sepro  que armazena informações sobre fabricante , data de fabricação,  e o número serial da placa. O código bidiomensional pode ser lido por aplicativo, disponibilizando aos agentes de trânsito dados do veículo, do proprietário, do fabricante e do estampador da placa e outros detalhes para mais informações.

Ela tem sempre fundo branco. O que muda é a cor da fonte das letras e números. Serão pretos para carros de asseio, vermelhos para veículos comerciais, azul para carros oficiais, verde para veículos em teste, dourado para automóveis diplomáticos e prateados para carros de colecionadores.