FEMINICÍDIO

Foragido da justiça é preso por tentativa de feminicídio: mulher levou 14 facadas

Por: João Oliveira | Categoria: Polícia | 16-03-2020 11:39 | 2074
Delegado Carlos Brasil conta que agressor foi preso em 2009 por homicídio de sua mulher, quando Lei do Feminicídio ainda não existia
Delegado Carlos Brasil conta que agressor foi preso em 2009 por homicídio de sua mulher, quando Lei do Feminicídio ainda não existia Foto de J.G

Um homem, de 57 anos, foi preso pela Polícia Civil por tentativa de feminicídio. Segundo informações, o crime aconteceu no final de janeiro, após o indivíduo ter ido à residência da vítima e pedido a ela que o ajudasse a “mexer no celular”, momento em que deferiu 14 golpes a faca na mulher.

Após trabalho de investigação da Polícia Civil, o suspeito foi preso na última sexta-feira (13/3).

De acordo com o delegado da Delegacia da Mulher em São Sebastião do Paraíso, Carlos Brasil, o autor já havia sido condenado há 19 anos de cadeia por matar sua esposa, em Guaxupé. Ele explica que na época o crime foi tipificado como homicídio, já que a lei que institui o feminicídio só foi sancionada em 2015.

Sobre a vítima que levou as facadas o delegado relata que “o suspeito conheceu a vítima através de um companheiro de cela. Até então ela não morava em Paraíso e se mudou para cá em novembro. Ele frequentava a casa dela e acabou se apaixonando”.

No entanto “quando ele perguntou se ela queria algo com ele e a mulher se negou, no dia 31 janeiro ele foi até a residência da vítima e pediu ajuda para mexer no celular, momento e que deferiu 14 golpes de faca nela e fugiu”, relata o delegado.

Após o crime, a mulher foi internada, mas após recuperação foi liberada. Brasil conta que poucos dias após o atentado a vítima compareceu à delegacia pedindo socorro, e alegou que estava sendo ameaçada por mensagem. “Ela relatou que ele falava que se a mulher não fosse ficar com ele, não seria de mais ninguém”.

Segundo o delegado, uma equipe formada por ele e pelos investigadores Flávia Lima, Guiliano Souza, Felipe Silva e Jornei Andrade, começou os trabalhos para localizar e prender o indivíduo.

“Descobrimos que ele estava na região de Fortaleza de Minas e através de escuta descobrimos que iria a Passos fazer uma reforma no carro para vender, assim ele foi interceptado por nossa equipe e preso”, completa.