UNIÃO DOS PRODUTORES

Associação dos Cafeicultores do Sul de Minas está criando plataforma para unir produtores

Por: Nelson de Paula Duarte | Categoria: Agricultura | 17-03-2020 22:58 | 265
Advogada e cafeicultora, Juliana Paulino da Costa Mello
Advogada e cafeicultora, Juliana Paulino da Costa Mello Foto de Nelson P. Duarte

Na primeira quinzena de fevereiro (13/2) foi criada a Associação dos Cafeicultores do Sul de Minas (ACAF). A diretoria que tem como presidente a cafeicultora Juliana Paulino da Costa Mello foi empossada em solenidade realizada no estande da EMATER-MG, durante a Femagri, feira promovida pela Cooxupé.

Falando ao Jornal do Sudoeste sobre o que teria motivado a criação da ACAF, Juliana Paulino salienta que “nos últimos anos estamos a ser bombardeados por uma série de promessas e sopa de letrinhas que juram colaborar para o sucesso de nosso café, algumas até garantem este sucesso. Mas uma delas chama a atenção que é a “IG”, a tal da Identidade Geográfica”.

Podemos aqui entrar em uma discussão técnica e apresentar de maneira formal o que vem a ser a IG, mas no resumo da história a  IG nada mais é do que o endereço do seu café. Podemos entender este como um “selo” que indica a procedência do seu café, diz a presidente da ACAF.

E por que ele é tão importante? Conforme salienta Juliana Paulino, “porque toda região geográfica carrega consigo valores particulares desta região que são passados para os produtos cultivados nela. Culturas finas como o vinho já a usam com bastante naturalidade. Quando se toma um vinho, antes de saber de quem é o produtor daquela usa quer se saber de onde (geografia/IG) e depois a uva”.

A luta pela constituição das IGs, por parte dos cafeicultores, é uma das ações necessárias para reverter a ideia que café é um produto commodity, para dar a este uma origem e com esta origem agregar o valor e o respeito que ele merece.

“Esta é uma das frentes de trabalho defendida pela Associação dos Cafeicultores do Sul de Minas (ACAF), que teve sua fundação oficial em fevereiro deste ano, na FEMAGRI. Dentro desta linha a ACAF busca agir como um canal de fomento para a constituição de IGs no Sul de Minas. Pode-se pensar na ACAF como um comitê formado por diferentes IGs que buscam o fortalecimento do Sul de Minas”, diz a presidente.

Para tanto a ACAF está a trabalhar na construção de uma plataforma digital que busca unir os cafeicultores em um canal de comunicação.

O cadastro pode ser realizado por meio do formulário disponibilizado no link https://www.cafessuldeminas. com.br/wizard-producer.