SÃO TOMÁS DE AQUINO

Doutor Renato, um precursor do Sistema Médico da Família

MEMÓRIA AQUINENSE Jornal de Aniversário - julho 2004
Por: Selma Braia | Categoria: Cidades | 25-03-2020 15:13 | 438
Dr. José Renato Russo ao receber o Certificado de “Médico Mineiro em Destaque”
Dr. José Renato Russo ao receber o Certificado de “Médico Mineiro em Destaque” Foto de Arquivo

José Renato Russo, um referencial aquinense. Faz da medicina um sacerdócio. É  precursor do tão propalado sistema "Médico da Família".

Nosso primeiro médico de família, por sua vivência, conhecimento e constante acompanhamento de quase todas as famílias, integra-se de tal forma a elas que nem é preciso, em muitos casos, recorrer aos arquivos ao ser solicitado. Pensando bem, passaram pelo menos três gerações de aquinenses em suas mãos, anunciando a vida que estava chegando. No reverso da medalha, em situação contrária, no adeus da separação, de familiares, de amigos, de clientes de tantos anos... assim é a vida do medico... nascimento e morte se cruzam no seu dia-a-dia.

A sua historia com o Hospital Nossa Senhora do Sagrado Coração é pautada no exercício de servir a comunidade, de amor a São Tomás de Aquino.

Corria o ano 1963. Há alguns meses a cidade estava sem médico. Dr. Renato passava uns dias na casa de seus pais. O então prefeito Salim Abrão o convidou para que reabrisse o Hospital e fizesse plantão enquanto estivesse na cidade.

Ele não se fez de rogado. Com as irmãs de caridade que eram enfermeiras, formou uma equipe e a população voltou a ser atendida.

Estava naquele momento nascendo o nosso tão querido médico da família aquinense.

Com o sagrado compromisso de prestar assistência contínua nos casos mais graves de internação, o jovem recém-formado foi protelando sua volta para Ribeirão Preto, onde pretendia abrir seu consultório. Falou mais alto o amor a terra natal e aos seus doentes com os quais havia selado um compromisso de bem atender consultas como clínico geral, pacientes internados no Hospital e acudir outros tantos em suas casas, enfrentando não rara vezes, estradas cheias de barro nas roças.  Passou também a ser procurado por pessoas de cidades vizinhas.

Dedicou-se a vários estudos na área de nutrição infantil, e foi relator em dois simpósios. Especializou-se em Homeopatia. Na revista Homeopática do Instituto Françoise de Lamason de Ribeirão Preto, consta a publicação de dois trabalhos de sua autoria.

Como líder político sua preocupação sempre foi a saúde básica. Foi vice-prefeito, depois presidente da Câmara Municipal. Na pauta de sua ação política, empenhou-se para que fosse perfurado um poço artesiano e feita rede de esgoto, para o benefício dos aquinenses.

De atuação destacada na sociedade aquinense foi presidente do Clube Recreativo Aquinense, duas vezes presidente do Lions Clube, participando ativamente na construção da sede daquele "Clube de Serviço". Presidiu a primeira cooperativa de eletrificação da área rural e foi também redator do Jornal "A Coluna".

Na esposa Sônia de Lima, nos seus filhos José Renato, Rodrigo, noras, netinhos, o alicerce do amor, do apoio e da felicidade familiar.

Por indicação da classe médica, seus colegas que atuam na região, a competência, o desvelo, conduta ética e humanística de Dr. José Renato Russo lhe valeram um reconhecimento da Associação Médica de Minas Gerais, do Conselho Regional de Medicina e do Sindicato dos Médicos de Minas Gerais que, conjuntamente, lhe outorgaram o Certificado de "Médico Mineiro em Destaque", em 2003.  A homenagem foi prestada em Belo Horizonte, durante as comemorações da Semana do Médico.