GÁS DE COZINHA

Petrobras amplia importação de gás de cozinha 

Por: Redação | Categoria: Brasil | 15-04-2020 23:59 | 404
Foto de Reprodução

Quinta carga de GLP está a caminho do Brasil. Volume total importado em abril será  equivalente a 27,4 milhões de botijões adicionais no mercado

A Petrobras está aumentando a importação de GLP (gás de cozinha) para garantir o suprimento do mercado e que não falte produto para população. Além dos três navios que já descarregaram em Santos (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Ipojuca (PE) desde o dia 30/03, a Petrobras está importando mais duas cargas que totalizam 62,9 mil toneladas de GLP, equivalentes a 4,8 milhões de botijões de 13 kg.  A quarta embarcação chegou em Ipojuca (PE) no dia 10/4 e a quinta embarcação deixou a Argentina neste sábado 11/04 e deve chegar em Paranaguá (PR) no dia 16/04.

A companhia reforça que não há risco de falta do produto nem qualquer necessidade de estocar botijões de GLP. Com duas novas cargas, a companhia terá importado o equivalente a 11,4 milhões de botijões P13 para o mercado. O volume total contratado em abril para importação é de 350 mil toneladas, equivalentes a 27,4 milhões de botijões de 13kg.

A procura por GLP aumentou nas últimas semanas, ao contrário dos demais combustíveis como gasolina, diesel e querosene de aviação, que tiveram grande queda nas vendas. No caso do GLP, a queda da produção continuará a ser compensada pelas importações do produto.

Preço em queda
A última redução no preço do GLP foi de -10%, no dia 31/03. O preço médio do GLP nas refinarias da Petrobras é equivalente a R$ 21,85 por botijão de 13kg. No acumulado do ano, a redução é de cerca de -21%. A Petrobras conta com as distribuidoras e revendedores para que as reduções do preço do botijão de gás cheguem até o consumidor final.
(por Gerência de Imprensa/ Comunicação e Marcas)