TESTE RÁPIDOS

Paraíso começa a realizar testes rápidos do coronavírus

Por: João Oliveira | Categoria: Saúde | 30-04-2020 17:10 | 752
Foto de Imagem Ilustrativa/Reprodução

A Vigilância em Saúde em São Sebastião do Paraíso começou a realizar no município, testes rápidos para ajudar no diagnóstico do cononavírus. O teste, inicialmente, será feito apenas em grupos prioritários. Neste início, o município recebeu 100 testes para realizar em pacientes com suspeita da doença, mas é respeitado todo um protocolo para sua realização.

De acordo com a coordenadora da Vigilância em Saúde em São Sebastião do Paraíso, Daniela Cortez, o teste rápido é feito em pacientes que apresentaram sintomas da COVID-19 entre o sétimo e décimo primeiro dia. Ela explica que desta forma o teste é mais eficaz e as chances de dar um resultado “falso negativo” e menor. Mesmo o exame dando negativo, a coordenadora explica que é preciso manter a quarentena dos 14 dias, pois ele não descarta a possibilidade da infecção pelo vírus.

O público alvo dos testes são àqueles que estão na linha de frente do combate à doença, como profissionais da saúde em atividade na Atenção Primária à Saúde, hospitais, prontos-socorros e unidades de pronto atendimento (UPA); profissionais de segurança pública em atividade; pessoas com sintoma gripal que residem no mesmo domicílio que um profissional da saúde ou de segurança pública; e idosos acima de 60 anos com sintamos gripais e que receberam o diagnóstico.

“O teste rápido não significa que a pessoa vai chegar à UPA com os sintomas da gripe e já vai realizar esse teste, não é assim que funciona. O teste é feito só a partir do sétimo dia após manifestação dos sintomas, fazendo antes ele dará falso-negativo com certeza, porque não conseguirá marcar a presença do anticorpo no organismo. É chamado de teste rápido porque o resultado sai em 15 minutos, mas ao mesmo tempo precisamos que o paciente aguarde até o sétimo dia para realizar o teste. Às vezes a população fica na ânsia de fazer o teste, mas é preciso respeitar o período recomendado”, completa.