MÉDICO

USF na Lagoinha está sem médico para atendimento, pacientes pedem substituto

Por: Sebastião Tadeu Ribeiro | Categoria: Saúde | 02-05-2020 09:11 | 708
Foto de Sebastião Tadeu Ribeiro

O CODIV-19 além de estar infectando e ceifando vidas humanas no mundo inteiro, também está provocando desemprego e afetando a economia global, e, até mesmo países de primeiro mundo e com economia estável , foram pegos de calça curta e a pandemia mostrou que as grandes potências mundiais também não estavam preparadas para atender com eficiência os pacientes infectados com o CODIV - 19. 

No Brasil, infelizmente esta praga deste vírus já ceifou vida de mais de 6.000 pessoas e com mais de 80.000 infectadas. Em São Sebastião do Paraíso, o prefeito Walker Américo juntamente com a Secretária Municipal de Saúde, teve que tomar medidas de prevenção para que a população paraisense seja o mínimo possível atingida por este vírus que pode ser fatal, principalmente as pessoas que sofrem de doenças crônicas e idosos acima de 60 anos de idade.

Os boletins diários que a Prefeitura de Paraíso divulga sobre casos de pessoas infectadas, hospitalizadas, causa morte investigadas e no caso se houver óbitos, a informação dos resultados graças Deus está sobre controle e satisfatório. Até agora um caso de óbito confirmado no município paraisense provocado pelo vírus.  Mas o CODIV-19 mexeu com a economia do, município paraisense, onde acontece desempregos e inúmeros estabelecimentos comerciais e serviços tiveram que encerrar suas atividades temporariamente, mas já está havendo flexibilidade em certos casos. 

Na questão de atendimento médico no setor público municipal de Paraíso tem havido reclamações, e com razão. Várias pessoas procuram o JS para reclamarem da falta de atendimento médico no USF Dr. Pedro Antônio Marques ,ou USF da Lagoinha, localizado na Praça Sta. Paula Frassinetti, bairro Lagoinha.

A procedente reclamação é de pessoas cadastradas no USF Lagoinha que não estão tendo ali atendimento médico há mais de um mês. O médico que presta serviços na referida USF se afastou temporariamente do serviço por ele ter mais 60 anos de idade, que neste caso se torna incluído no grupo de risco de ser infectado pelo coronavírus .

O médico trabalha há muitos anos no USF Lagoinha no qual presta relevante serviço, é estimado por seus pacientes. A Secretária Municipal de Saúde não colocou outro médico para substituir os serviços de atendimento que é de fundamental importância.

O postinho não fechou , trabalham atendentes e enfermeiras que prestam com eficiência os trabalhos em suas funções. Então as pessoas que são cadastradas para receberem atendimento médico no USF Lagoinha estão sendo conduzidas para atendimento na UPA da Vila Santa Maria.  Com isso sobrecarrega o atendimento da UPA e está trazendo transtorno às pessoas que estão cadastradas no USF da Lagoinha.

Até mesmo receitas daqueles que fazem uso continuo de medicamentos, tem que levar a amostra da receita anterior até o Postinho da Lagoinha para que a atendente e uma enfermeira enviem a prescrição dos medicamentos para outro médico que está prestando serviços na UPA. 

A reivindicação de pessoas que fazem tratamento médico na USF Lagoinha, ao senhor prefeito Walker Américo e ao secretário municipal de Saúde, Wandilson Bicego,  é para que seja providenciado médico substituto, até quando passar a onda do ataque do CODIV - 19.