INCÊNDIO

Bombeiros atendem ocorrência de incêndio na Vila Muschioni

Por: João Oliveira | Categoria: Acidente | 05-05-2020 15:29 | 783
Foto de Reprodução

O Corpo de Bombeiros atendeu na madrugada desta terça-feira (5/5), uma ocorrência de incêndio na Vila Muschioni, em São Sebastião do Paraíso. No local, parte da casa estava sendo consumida pela chama, mas com 15 minutos bombeiros conseguiram controlar a situação. Ninguém ficou ferido.

Conforme bombeiros, o incêndio consumiu parte do telhado da casa, o piso de um dos quartos (que havia um porão por baixo), roupas, e alguns móveis que estavam no local. Segundo informações a casa não é habitada não houve vítimas, apenas danos materiais.

A Defesa Civil foi avisada para averiguar a estrutura da casa e até o fechamento desta matéria as causas do incêndio não foram apuradas. Este é o segundo incêndio registrado em residência em menos de uma semana. Na última sexta-feira, feriado do Dia do Trabalho, por volta das 20h20 o Corpo de Bombeiros foi acionado para combater um incêndio em um apartamento na rua Pimenta de Pádua, na área central de Paraíso.

Segundo informações, havia grande concentração de fumaça saindo do interior do apartamento. Bombeiros conseguiram extinguir o incêndio impedindo maiores danos e que se espalhasse para outros cômodos.

Os moradores do apartamento que não estavam presentes no momento em que o incêndio começou, relataram que possivelmente teve início devido acidentalmente terem esquecido uma vela acesa em cima da estante da sala de estar.

PEDIDO À POPULAÇÃO
O 2º Pelotão BM chama a atenção aos moradores quanto aos cuidados para se evitar incêndios, principalmente quando ao sair de suas residências, como não deixar velas acesas, desligar o registro do botijão de gás, e também estarem atentos quanto a ferros de passar roupas ligados, e na cozinha em panelas com fogo ligado. A recomendação é para não se distraiam ou saiam de  residências antes de desligarem fogões.

Ainda sobre incêndios, o 2º Pel BM registra um crescente número de solicitações nas últimas semanas,  para combate a focos de incêndio principalmente em lotes vagos. São incêndios de pequena proporção, na maioria das vezes não configuram risco de incêndio a residências, porém causam desconforto devido fumaça, prejudicando a saúde das pessoas, principalmente crianças e idosos, com problemas respiratórios como rinite e sinusite, além de lesivas ao meio ambiente, com risco de propagação em matas nativas e acidentes em rodovia devido grande concentração de fumaça.

Ressalta o comandante do 2º Pel BM, tenente Monteiro: “É primordial a conscientização da população, pois estamos prematuramente em início de período de estiagem, e devido ao clima seco, mais propício às propagações dos focos de incêndio que ocorrem a maior parte das vezes por ação humana. Atenderemos da melhor forma possível à população, ou seja, com empenho e profissionalismo, porém há muitas vezes situações de ocorrências simultâneas, havendo necessidade de priorizar os atendimentos, como este de incêndio no apartamento, que não teve consequências maiores devido o empenho rápido e eficiente da equipe de bombeiros”.

O Corpo de Bombeiros orienta a todos os proprietários a manterem os terrenos carpidos e limpos, não depositando lixo, papel, madeira, móveis usados e pneus. Provocar incêndio é crime ambiental, ainda que seja para queimar lixo ou mato nos terrenos para limpeza. Se o cidadão presenciar alguém provocando incêndio, deverá solicitar a lavratura de um boletim de ocorrência policial por crime ambiental decorrente de incêndio.

A corporação registrou no último mês de abril 46 ocorrências de incêndios em geral. Sendo 36 de incêndio em lote vago; dois incêndios em residências, e o restante de oito ocorrências de incêndio em amontoados de madeira, lixo, entulho e árvores.