• Dos Leitores •

Vamu istudá

Por: Redação | Categoria: Do leitor | 06-05-2020 19:02 | 75
Foto de Reprodução

João Batista Brandão

Ei, psiu – ei moçinho, ocê memo, se achegue pra cá
Eu tô aqui matutando, matutando, quereno intendê, quem sabe ocê pode inté mi clareá
Óio prum lado tá ruim, óio pro outro, parece que tamém tá

Óia seu moço, eu tamém não intendo muito desse troço não
Mais daquilo que falaram prá mim, deixa eu tentá te passá
Falaram que por vorta de 2020 anos atrais, passô por aqui um moço
Disseram que éra vistoso, bunito pra daná
Tinha cabelos longos, barba grande e um brio imenso no oiá
Falaram que ele briava tanto que isso começô a incomodá
Aí ele foi ispaiano seus ensinamento, e seu rebanho começô a armentá
O resurtado disso eu nem te conto, sabe o que aconteceu moço, levaram ele prá crucificá

Foi quando aconteceu o que eles não pudia imaginá
Pensano que ele tava morto, levaram ele pra interrá, 
Mau sabiam que o espirto não morre, no terceiro dia ele iria ressucitá

Vortano naquilo que ocê veio me perguntá
Falaram tamém, que ele deixô umas coisas pra nóis estudá
O tempo foi passano, nóis foi empurrano com a barriga e o estudo ficou prá lá
É seu moço, tudo tem seu tempo e seu lugá, as coisas que estão fora do prumo
Um dia tem que se ajustá, i é isso que aconteceu, a fatura venceu e ele veio nus cobrá

Esse moço é danado memo senhô, pegou nóis disprivinido
Acho que não temo como pagá, tem que pedir um prazo maió
Prá vê o que nóis vai aprontá. Mais uma coisa que eu ouvi, foi que ele é misericordioso
É enérgico, justo, mais sabe negociá.  Acredito seu moço que não tem como escapá
Temo que carçá a cara e pedi prá prorrogá.  
Acho que ele vai cedê, mais quando de novo a fatura vencê, não vai ter jeito, nóis vai ter que pagá. 
É por isso que nóis temo que começa já, pegá os ensinamento, as lição que ele deixô, e começá a estudá.

É seu moço, o que eu acho memo é que nóis somo é relaxado, fomo deixano de ladoo que ele deixô pra nóis aprendê
Impurrano com a barriga, jogano dum lado pro outro a cartilha, como se fosse um jorná
Vamo corrê, reuni os outro tamém, falá prá eles que a fatura chegou, o moço grande de zóio azul vortô
Quereno saber quem com ele seguirá, porque aqui nesse mundo, quem não pagá a fatura, irá viver nessa pindura, até as coisas se ajeitá 
Vamu seu moço, levantá a cabeça e rezá, segui em frente à caminhá, esperando a melhora do povo, vortano a istudá.
S.S. Paraíso, 19/04/2020