ENFERMAGEM

Sem Enfermagem, não tem Brasil!

Por: Redação | Categoria: Saúde | 13-05-2020 07:29 | 140
Foto de Reprodução

Sem Enfermagem, não tem Brasil! Esta é a campanha lançada pelo Conselho Regional de Enfermagem de Minas Gerais, Coren-MG, pela valorização da profissão no país. 

Uma discussão necessária, mais do que nunca, tendo em vista a importância desses profissionais que estão na linha de frente na luta contra o coronavírus, e que ainda precisam enfrentar o medo, a perda de colegas, a falta de equipamentos de proteção e, muitas vezes, o preconceito

Em meio a uma pandemia que ficará marcada na história da humanidade, o trabalho dos profissionais de enfermagem foi lembrado ontem, dia 12 de maio, por meio do Dia Internacional do Enfermeiro. 

Além disso, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou 2020 como o Ano Internacional dos Enfermeiros, e diversos setores da sociedade estão repensando e discutindo ações efetivas para melhorar as condições de trabalho desses profissionais.

Uma grande corrente de apoio e incentivo tem tomado forma nas últimas semanas. Em vários lugares do mundo, a população para alguns minutos do dia para aplaudir e agradecer de suas janelas os serviços prestados.

A iniciativa privada e instituições sem fins lucrativos também estão somando esforços. É o caso da Libertas - Faculdades Integradas, de São Sebastião do Paraíso, que vem fazendo doações de máscaras de proteção produzidas pela impressora 3D da instituição para hospitais da cidade.

A última doação aconteceu no Dia das Mães, 10 de maio, desta vez em âmbito nacional,  durante a live beneficente promovida pela dupla Zezé di Camargo e Luciano. Na ocasião, a Libertas reverteu parte das mensalidades pagas pelos alunos em recursos para adquirir 1000 máscaras a serem distribuídas às instituições apoiadas pelos artistas. 

Essas doações chegam para suprir a falta dos equipamento de proteção nos hospitais, fato largamente divulgado pela mídia, itens essenciais para garantir a segurança dos enfermeiros e dos demais profissionais de saúde.

Hoje, o sentimento é de solidariedade, gratidão e respeito. Recebam todo nosso apoio e reconhecimento, MUITO obrigado!  E quem puder, #FiqueemCasa por eles. Esta é melhor homenagem que podemos fazer neste momento!