CREA-MG

Fiscalização do Crea-MG em Paraíso prossegue durante período de isolamento

Ações têm como meta dar segurança à sociedade ao fiscalizar as atividades da engenharia, da agronomia e das geociências, consideradas funções essenciais
Por: Redação | Categoria: Cidades | 21-05-2020 07:26 | 158
Foto de Reprodução

Durante o período de isolamento em função da pandemia do novo coronavírus, as atividades da engenharia, da agronomia e das geociências não pararam, uma vez que são consideradas essenciais para que não haja desabastecimento, que sejam realizadas manutenções em máquinas e equipamentos, para garantir o fornecimento de energia, de internet, entre outros.

Do mesmo modo, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-MG) continua realizando a sua atividade-fim, que é a fiscalização dessas funções.

No período de 23 de março a 4 de maio foram realizadas 7398 ações de fiscalização, com a identificação de 4943 irregularidades, principalmente por falta de registro no Conselho.

Segundo a diretora Técnica e de Fiscalização, engenheira civil Davina Braga, a atuação do Conselho é importante para garantir que profissionais habilitados e empresas regulares, com a devida anotação da responsabilidade técnica (ART), estejam à frente dos empreendimentos e serviços nessas áreas. “Não podemos parar.

O nosso compromisso é com a segurança da sociedade, e atuamos para impedir que pessoas sem a devida formação e habilitação prestem serviços técnicos”, afirma.

O gerente de Fiscalização, engenheiro eletricista Nicolau Neder, detalha que as medidas protetivas preconizadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), como o uso de máscaras e do álcool gel, além do distanciamento entre as pessoas, estão sendo adotadas durante as ações de fiscalização. “Todos os fiscais que não são do grupo de risco estão realizando atividades externas”, conta o gerente, que ressalta ainda que o foco dessas ações é o mesmo de sempre, obras e serviços de engenharia, agronomia e geociências.

Outro ponto da fiscalização são as empresas sem registro. Os fiscais em regime de home office estão focados na verificação dessa documentação. Também têm realizado a verificação de editais e licitações, conferindo se a exigência de profissionais está adequada ao serviço ou empreendimento.
(por Iane Chaves)