COVID-19

Semana em Paraíso fecha com 275 casos suspeitos de coronavírus

Em Minas, foi registrado um aumento de 399 casos confirmados entre quinta e sexta-feira
Por: João Oliveira | Categoria: Saúde | 23-05-2020 11:24 | 655
Foto de Reprodução

Casos de coronavírus tiveram pequena evolução de quinta para esta sexta-feira (22/5) em São Sebastião do Paraíso: foram notificados até o momento 375 casos suspeitos. Em contrapartida, em Minas houve um aumento expressivo dos casos confirmados no mesmo período, chegando a 399 novos casos confirmados em um dia. No município de Paraíso se mantêm estáveis: foram registrados 7, entre eles um óbito.

De acordo com os números, 43 casos já foram descartados, entre eles três óbitos suspeitos de terem sido ocasionados por complicações da doença. Além disso 36 pacientes estão sendo monitorados, dos quais dois estão internados na Santa Casa de São Sebastião do Paraíso. Dos casos confirmados, três testaram positivos por exames laboratoriais e quatro por meio do teste rápido.

Na região, além de Paraíso, foram confirmados casos em Itamogi e São Tomás de Aquino, ambos com dois casos suspeitos.

Em Paraíso, de acordo com o secretário municipal de Saúde, há um morador de Itamogi com sintomas suspeitos da doença em internação na Santa Casa. Conforme os últimos boletins epidemiológicos divulgados pelos municípios de Itamogi, São Tomás de Aquino e Monte Santo de Minas, as cidades seguem com 19, 80 e 64 casos suspeitos respectivamente.

Em Minas Gerais foram confirmados até esta data 5.995 casos da doença, além de 201 óbitos ocasionados pelo coronavírus. Conforme a Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), atualmente estão sendo acompanhados 2.724 casos e 3.070 pacientes já se recuperaram da doença. Em 24 horas, o Estado registrou um aumento de 399 casos confirmados.

Levantamento feito pela reportagem do Jornal do Sudoeste em relação ao número de novos casos suspeitos de coronavírus notificados em Paraíso, apontam uma estabilidade nos números registrados no município. Os primeiros casos suspeitos foram divulgados pelo município no dia 18 de março.

Para o levantamento, foi considerado como ponto de partida a data onde os primeiros casos suspeitos foram registrados, com fechamento sempre da quarta-feira. Os casos tiveram um aumento progressivo nas primeiras três semanas, em parte devido à mudança de protocolo do Ministério da Saúde, que passou a considerar todo sintoma gripal como caso suspeito. Veja os números:

Atualmente o município tem feito diversas frentes de combate à doença para conter os números e impedir que mais casos sejam confirmados. Entre essas ações está a desinfecção das praças e áreas de maior circulação popular e, atualmente, barreiras sanitárias (matéria nesta edição). A Secretaria Municipal de Saúde orienta que aqueles podem manter o isolamento social que assim o façam, e também que a população evite aglomerações e sair de casa sem nenhuma necessidade e, caso seja preciso, que saia usando máscara.