GILBERTO AMARAL

Diplomacia

Por: Gilberto Amaral | Categoria: Brasil | 20-05-2020 18:23 | 704
Roberto Azevêdo
Roberto Azevêdo Foto de Reprodução

Diplomacia
O meu amigo, embaixador Roberto Azevêdo (foto), uma das inteligências raras do Itamarati, que comanda a Organização Mundial do Comércio, decidiu que vai largar o cargo no próximo mês de agosto. Está afastando boatos que correm em Brasília, de que ocuparia cargo no Ministério da Fazenda. Não é verdade. Roberto continua na carreira e continuará no exterior. Pelo menos é essa a sua vontade.

Sem noção
A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, deve estar arrepiada com as barbaridades que seus colegas do Itamaraty e da Educação andam falando contra a China. Parece que os dois não têm a menor idéia de que os chineses são os principais consumidores do agronegócio brasileiro no mundo, e continuam importando muito.

Grande aliado
Mais do que isso, nosso comércio com a China é altamente favorável ao Brasil. Graças ao superávit que gera temos condições de cobrir nosso enorme déficit na conta de serviços, ajudando a equilibrar o balanço de pagamentos.

Alô, alô ruralistas
Se os dois ministros continuarem a provocar gratuitamente os chineses, corremos o risco de que criem travas às nossas exportações, como acabam de fazer com a Austrália, nas áreas da carne e da cevada. Onde está a bancada rural que nada diz e nada fala sobre o assunto?

Impasse
Terminou sem acordo a reunião de líderes sobre a votação de proposta que trata da regularização fundiária, tema que divide ambientalistas e a bancada do agronegócio. O tema consta na Medida Provisória 910/19, que perde a validade amanhã, e que foi objeto de debate polêmico na sessão da última quarta-feira da Câmara dos Deputados.

Diversidade
“As grandes conquistas da nossa espécie se deram pela cooperação, não pela competição” Essa frase é uma das reflexões que o professor Mario Sergio Cortella apresenta em seu no livro “A Diversidade: Aprendendo a Ser Humano”, que está em pré-lançamento pelo selo Littera Books, da editora 3DEA. O lançamento oficial está marcado para o próximo dia 6, nas maiores plataformas digitais.

World Art
Teresa Kodama ganhou destaque na sociedade artística paulistana pelo talento que exibe seus trabalhos contemporâneos. Com vários projetos, inúmeras exposições e ações sociais, e com uma belíssima homenagem na revista Luxus Magazine, Teresa faz parte do grupo de artistas que compõem a World Art Show, empresa que apoia Artistas Plásticos no Brasil, dirigida pela jornalista Sula Costa (foto).

Vigilância
Como parte do esforço do Governo Federal para ampliar a testagem do coronavírus, o Ministério da Saúde lançou, em Brasília, o programa Diagnosticar para Cuidar. A estratégia nacional de vigilância epidemiológica e laboratorial para a Covid-19 visa a realização de 46 milhões de testes neste ano, o que representa cerca de 22% da população brasileira. O programa tem o objetivo de avaliar o comportamento do vírus no país, assim como a velocidade da expansão da infecção ao longo do tempo e por região.

Operação
A cidade chinesa de Wuhan, primeiro foco do novo coronavírus, conseguiu reduzir a propagação da doença, mas vai fazer ainda mais. Vai realizar uma super-operação de testagem de sua população de onze milhões de habitantes, em apenas dez dias.

Pai, olhai por nós
Em menos de um mês o ministro da Saúde, Nelson Teich pediu demissão do cargo. Nesse momento delicadíssimo que atravessamos, só Deus para ajudar os médicos e enfermeiros, e cuidar dos enfermos do nosso país!

As estrelas da caridade
Nem a morte é pior do que a fome. Com este castigo que o nosso Todo Poderoso está enviando para essa humanidade hodierna, pecadora, assassina e que tudo mais vinha cometendo, não esquecendo a sexualidade, os abusos com as criancinhas, sem falar nos roubos e outras atrocidades, Deus precisava mostrar que todos esses absurdos estavam sobrepujando Sodoma e Gomorra.

Mas voltemos aos inocentes, as crianças, que precisavam de uma princesa para colaborar comigo em busca do pão nosso de cada dia. Só podia ser a querida Maria Ignês Nogueira (foto). Como no dó ré mi fá sol lá si dó, ela não titubeou um segundo para ser a madrinha desta iniciativa de amor, carinho e piedade em prol das crianças carentes atendidas pela Legião da Boa Vontade. Engajada nessa boa ação, Maria Ignês fez inúmeros telefonemas, falou em vários grupos no WhatsApp, chamou os amigos e as cestas foram chegando na LBV.

A nossa amiga mostrou como é grande o seu amor pelos meninos e meninas que a entidade ampara em todo o Brasil. As teclas do piano de Maria Ignês começaram a ecoar mais forte e cada nota representava uma pétala de rosa com um colorido celestial, porque lá do céu os anjos estão a lhe enviar um sonoro Muito Obrigado por sua imensa ajuda e generosidade. Obrigado querida amiga. É dando que se recebe!

Reabertura do Pompidou
O Centro Pompidou, renomado museu de arte moderna em Paris, espera reabrir suas portas em julho, reforçando as medidas sanitárias. As exposições previstas ou interrompidas durante o lockdown serão reprogramadas. A famosa instalação “Christo et Jeanne Claude. Paris!” será prolongada até 19 de outubro. E a tão esperada “Matisse, comme un roman”, em homenagem ao 150º aniversário de nascimento do artista, será apresentada de 21 de outubro a 22 de fevereiro de 2021.

Champanhe
O Comitê de Champanhe, que reúne produtores e comerciantes, suspendeu até 8 de junho a venda de garrafas envelhecidas “sur lattes”. A medida draconiana visa preservar o valor do estoque da bebida face a queda das vendas causada pela pandemia do Covid-19. O setor já perdeu 1,7 bilhão de euros. Cerca de 10 a 15 milhões de garrafas são produzidas anualmente e armazenadas horizontalmente “sur lattes” por um a cinco anos.

Questão de gosto
Segundo pesquisa publicada na revista francesa Revue du Vin de France, o vinho francês está mudando para atender ao gosto dos novos clientes. Os vinhos encorpados com longo envelhecimento em barrica de carvalho e com açúcar residual estão dando lugar aos vinhos mais leves e naturais.

Ações solidárias
O Hôtel de Paris Monte-Carlo, está contribuindo com a entrega de comida e produtos de higiene pessoal, como xampus e sabonetes, à associação Anges Gardien de Monaco. O grupo Monte-Carlo Société des Bains de Mer, também tem feito inúmeras doações ao Monaco Hospital, incluindo caixas de chocolate da marca Alain Ducasse e Pannetonnes entregues para as pessoas doentes, funcionários e também para alguns residentes mais idosos na casa de repouso.

Champanhe
Maria Ignês Nogueira
Reabertura do Pompidou
Sula Costa