TEMPERATURA

Paraíso tem baixa temperatura pelo quarto dia consecutivo

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Agricultura | 28-05-2020 17:55 | 1083
 Frio intenso registrado nos últimos dias não prejudica a colheita de café
Frio intenso registrado nos últimos dias não prejudica a colheita de café Foto de Divulgação

O município de São Sebastião do Paraíso registrou nesta quinta-feira,28, o quarto dia seguido de baixas temperaturas. No amanhecer termômetros registraram 2,9º C segundo informações divulgadas pelo Instituto Somar. O valor é menor do que foi registrado um dia antes na quarta-feira quando a mínima foi de 3,3º C. É resultado de uma massa de ar polar que atua sobre a região Sudeste e que tem favorecido a formação de geadas em regiões mais baixas, no entanto, até aqui sem prejuízo para as lavouras de café.

A onda de frio teve início depois de uma chuva leve que chegou a São Sebastião do Paraíso e região ainda no amanhecer do último domingo, em 24 de maio. Nos dias seguintes as temperaturas despencaram com recordes de frio a cada manhã, situação que tem se repetido até nesta quinta-feira,28. Na segunda-feira,25, a mínima ficou em torno dos 4,7ºC, enquanto que na terça os termômetros chegaram a 3,9 graus em áreas de baixada.

Os índices foram ainda menores nos dias seguintes com redução ainda maior das temperaturas principalmente no fim da madrugada e próximo ao amanhecer. Na quarta-feira os termômetros registraram mínima de 3,3 graus e máxima de 20. Já na quinta-feira o amanhecer na cidade o registro segundo o Instituto Somar foi de 2,9º com sensação térmica de 0,4º confirmando novo recorde de temperatura baixa.

Para o fim de semana, a situação se mantém, com leve chance de geada, mas mínimas mais elevadas. Durante a tarde, as máximas serão mais altas e a sensação de frio diminui.

Apesar das baixas temperaturas as lavouras de café não foram danificadas. Já os plantios de hortaliças principalmente em áreas mais baixas e de regiões úmidas podem ser afetadas. No entanto, uma avaliação mais precisa somente poderá ser observada nos próximos dias. A partir de sexta-feira, o ar polar perde força em relação ao frio e diminui o risco de geadas nas áreas produtoras.

Segundo os especialistas as chances de serem registradas temperaturas mais baixas das que já foram verificadas são remotas. A previsão é de que gradativamente o frio vá diminuindo nos próximos dias e as máximas também se elevem.

Contudo, há o alerta de que com a aproximação da estação do inverno não esteja descartada a chegada de novas ondas de frio entre junho até o final de agosto.

No início de julho do ano passado em São Sebastião do Paraíso, Itamogi, São Tomás de Aquino e várias outras cidades da alta região da Mogiana Paulista tiveram algumas áreas que foram afetadas por geadas. Apesar do frio intenso não houve prejuízo nas lavouras com queima das folhas e sim a formação de pequenas camadas de gelo sobre a vegetação e as plantas. Em algumas localidades foram registradas temperaturas abaixo de zero grau que assustou os cafeicultores.