GRAVE

Três pacientes com dengue, estão internados em estado grave, alerta Vigilância em Saúde

Por: João Oliveira | Categoria: Cidades | 30-05-2020 11:27 | 1303
Foto de Arquivo Jornal do Sudoeste

Semana após semana tem aumentado o número de casos confirmados de dengue no município de São Sebastião do Paraíso. Segundo último boletim epidemiológico, já são 89 confirmações e 260 casos prováveis (notificados + confirmados). O município identificou casos do tipo 2 da doença e três pessoas estão internadas com sintomas graves de dengue.

Há uma semana havia 79 casos confirmados e 244 notificações. Esse aumento tem sido atípico, dado baixas temperaturas registradas ao longo desta semana no município, o que torna desfavorável os ambientes para a proliferação do agente transmissor da doença, o aedes aegypt.

A coordenadora da Vigilância em Saúde, Daniela Cortez, conta que grande parte dos casos está sendo registrado no Distrito de Guardinha e nos bairros Jardim das Hortência e Belvedere. "A população dessas localidades, assim como nas demais, precisa ficar atenta e olhar bem o seu quintal", destaca.

A Vigilância em Saúde tem feito ações possíveis para frear a contaminação da doença frente a atual pandemia que vivemos da Covid-19. Com a atual situação, os agentes só estão visitando quintais onde o acesso não precisa ser pela residência do morador, uma precaução quanto à contaminação do coronavírus. Todavia, ações em lotes vagos continuam, bem como trabalhos para a limpeza de áreas onde vinham servindo como depósito de lixo, entre elas a saída para Guardinha pelo bairro Rosentina.

Conforme levantado pela reportagem, já foram registrados casos em praticamente toda a cidade, há casos no Cidade Industrial, Centro, São Judas, Vila Santa Maria, Coolapa, Jardim Independência, Riviera, São José, Jardim Planalto, Sassafrás, Jardim Europa, Diamantina, Vila Mariana, Vila Formosa, São Francisco, Mocoquinha, Jardim das Hortências, Lagoinha, Parque Belvedere, Vila Alza, Vila Dalva, Santa Tereza, Veneza, Jardim Acapulco, São Sebastião, Condomínio Cachoeira e Guardinha.

A Vigilância em Saúde alerta para a necessidade de a população contribuir para que a doença não se espalhe.

As orientações são para que os moradores verifiquem em suas residências pontos que possam estar servindo de foco do mosquito da dengue, e destaca para a vigilância permanente dos moradores, principalmente aqueles que estão em isolamento social.