BRASÍLIA

Gilberto Amaral

Por: Gilberto Amaral | Categoria: Brasil | 27-05-2020 10:58 | 533
pastor Adriano Mendes
pastor Adriano Mendes Foto de Reprodução

ANSIEDADE X ESPERANÇA
A ansiedade faz toda esperança parecer angustiante. Pessoas dominadas por ansiedade acabam sendo estranguladas por medo e desespero, de modo que a esperança acaba dando lugar a angústia. Ainda que as intempéries da vida sobrevenham não podemos deixar que elas sejam capazes de sufocar a esperança. Há promessa de esperança para os que crêem. Por isso devemos proclamar os escritos bíblicos que afirmam “há esperança para o teu futuro”.
Mensagem do Pastor Adriano Mendes

Grandeza e respeito de Bolsonaro
É uma praxe digna dos parlamentares apartear os colegas que vão discursar. No dia em que comemorava seus 71 anos, no dia 17 de junho de 2008, o deputado Clodovil Hernandes fez um belo e longo discurso e ao terminar, sem nenhum aparte, surgiu uma voz lá no fundo: “V.Exa me permite um aparte?”. Era o deputado Jair Bolsonaro, que foi claro, digno e de uma grandeza sem limites.

O que disse Bolsonaro: “É comum nesta Casa o Parlamentar que vai falar no Grande Expediente trazer um grupo de Deputados para aparteá-lo. Na maioria das vezes, carta marcada. Fica-se apenas no discurso. Chegou aqui um grupo de jovens, talvez na faixa etária de 10 anos - e tenho um filho nessa idade. A sua pureza se assemelha à dessas crianças. Se o Parlamento tivesse a pureza da alma que V.Exa. tem, que confessa publicamente não ter conhecimento o suficiente para debater aqui temas com quem, muitas vezes, não debate pensando no Brasil, mas em causa própria, o Brasil estaria muito melhor. Eu não queria deixar passar em branco o posicionamento de V.Exa. de que há certa discriminação, sim, em aparteá-lo. Alguns têm vergonha ou simplesmente fazem algumas piadinhas, mas eu respeito a sua pureza, a sua inocência. Sou diferente de V.Exa. em muita coisa, mas, na pureza, confesso, de vez em quando, penso como V.Exa. O Brasil, este Congresso mostrariam força para poder mudar nosso País se agissem um pouco mais com inocência, com pureza, com alma de criança do que com alma de velhas raposas astutas, sempre pensando em se perpetuar no poder. Parabéns a V.Exa. Espero que continue assim no futuro. Digo “assim” porque uma reeleição para quem é puro e honesto é muito mais difícil do que para quem é impuro e desonesto. Meus parabéns. Até mais”.

Trabalho exemplar
Não li nem ouvi ainda nenhuma explicação por parte de nossas autoridades sanitárias sobre as razões dos índices, de incidência e óbito do novo coronavírus, serem tão baixos (felizmente!) nas regiões Centro-Oeste e Sul do Brasil, e isso não só em comparação com as demais regiões do país, mas também em relação aos exemplos internacionais de maior sucesso.

Nas duas regiões, o índice de óbitos está na casa de 1,2 por cada cem mil habitantes, muito abaixo do que se vê no Norte (18,5 por cem mil), no Sudeste (9,9) e no Nordeste (9,5).  E também muito abaixo de países apontados como exemplo por seu trabalho na contenção da Covid-19, como Portugal (122 óbitos por cem mil habitantes), Argentina (8,9), Japão (6,1), Austrália (4), China (3,3).

De parabéns todos os governadores do Centro-Oeste e do Sul, em particular o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (foto), que saiu na frente na adoção de medidas preventivas contra a Covid-19.

Nova realidade
Já entrou no rol de preocupações de governos estaduais, municipais e administradores de escolas e universidades as providências práticas relacionadas ao futuro retorno às aulas. É que, como continuarão em vigor certas medidas de proteção contra a Covid-19 – como máscaras e o distanciamento social – será necessário rever a ocupação dos espaços nas salas de aula, de modo a garantir a segurança de alunos e professores.

Como pode?
Os usuários dos serviços de telecomunicações (internet, celular, telefonia fixa e TV por assinatura) pagaram no ano passado R$ 65,4 bilhões em tributos, o que representa R$ 7,4 milhões por hora. A carga tributária brasileira sobre serviços de telecom é uma das mais altas do mundo e representa quase metade do preço dos serviços, atingindo 46,7%. O recolhimento de tributos aos cofres públicos foi o mais alto dos últimos 20 anos, tanto em volume arrecadado quanto em percentual sobre a receita.

Já vai tarde
Este senhor que está ocupando o Ministério da Educação tem vários caminhos para deixar a nossa querida Brasília, capital dos brasileiros e reconhecida no mundo inteiro por suas belezas arquitetônicas. Deveria ser criado para o Abraham Weintraub, a pasta da deseducação. Ele desrespeitou, além do Brasil, os candangos que aqui vivem. Vai destilar o seu ódio em outro lugar e já vai tarde. Que saudade do general Rubem Ludwig, ministro da Educação no governo Figueiredo, por seu refinamento, bons modos e grande sabedoria.

O Saulo revira na cova
Textualmente, disse o decano Celso de Mello, na última sexta-feira, aos jornais: “É dever do Estado apurar a autoria e a materialidade dos fatos delituosos narrados por qualquer pessoa”, referindo-se a denúncia de Sérgio Moro. E essa denúncia acima não vai APURAR! Vergonha essa perseguição do STF contra o presidente da República.

Eleições únicas
Dias atrás esta coluna chamou a atenção para a difícil realização das eleições municipais de outubro, devido ao coronavírus. O novo presidente da Corte eleitoral, Luís Roberto Barroso, não deve ter prática. Pelo sim pelo não é melhor decidir logo.

Economia
Na mesma nota sugeri um desejo de muitos, que é a de se fazer, em 2022, eleições únicas. Temos que economizar mais do que nunca e acredito ser o pensamento de alguns presidentes e políticos, que as eleições gerais aconteçam a cada cinco anos, não mais de dois em dois anos.

Outro ponto
A possibilidade de apenas uma reeleição para deputados, senadores e vereadores. Assim, eliminaria aqueles dinossauros da política que fazem da função uma profissão. Em tempo: os jovens comentaristas não eram nem nascidos, mas já era um desejo político, de muitos anos, que tivéssemos eleições únicas.

Cuvée Privée
Uma start-up parisiense para “adotar” videiras francesas da Champagne a Saint-Emilion, passando por La Loire. O conceito é simples: o cliente escolhe um dos 25 viticultores para patrocinar uma parcela da produção que levará seu nome e receberá seis garrafas da safra adotada. Uma visita ao domaine também está inclusa. A Cuvée Privée já conta com 6.000 assinantes na França e na Inglaterra.

Restaurante da moda
Para preencher o vazio do distanciamento social, restaurantes da cidade de Vilnius, na Lituânia, utilizam manequins para apresentar a nova coleção das butiques locais. À mesa, os clientes podem encontrar cartões de visita indicando onde comprar as roupas. Uma ajuda mútua em tempos de crise, solidária e criativa, e a moda pode pegar nas próximas fashion week.

Cluster alemão
Na Alemanha, cidade de Leer no nordeste do país, dono de restaurante pode levar multa de 25.000 euros (cerca de 150 mil reais) por não respeitar regras sanitárias e ter permitido um jantar com 40 clientes que teriam feito apertos de mão. Parte dos participantes desta reunião entre amigos foi contaminada com a Covid-19.

Desconfinamento
Na Europa, após o confinamento, o desejo de escapar está aguçado e a chegada do verão anuncia um certo patriotismo turístico. A Grécia reabriu as fronteiras, a Itália, um dos países mais afetados pelo coronavírus reabrirá suas fronteiras em poucos dias, e as Ilhas Canárias, na Espanha, estão se preparando para receber turistas em julho. Na França (fotos), que ainda limita os passeios à 100km do domicilio, o governo já anunciou que as ferias serão dentro do país. A grande expectativa de relançar a economia está no turismo nacional. 

Ibaneis Rocha
Paris
Paris
Torre Eyfel