SOJA

Ministério da Agricultura traz zoneamento para cultivo da soja em Paraíso neste ano

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Agricultura | 31-05-2020 11:16 | 232
Cultivo de soja em Paraíso é frequente na região da Itaguaba
Cultivo de soja em Paraíso é frequente na região da Itaguaba Foto de Roberto Nogueira

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) publicou na edição de sexta-feira,29, no Diário Oficial da União as portarias números 145 a 160 que estabelecem o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc) para a cultura da soja. Na Portaria nº 156 consta a aprovação do zoneamento para Minas Gerais e apresenta a tabela com os períodos de semeaduras nos municípios inclusive em São Sebastião do Paraíso. Conforme levantamento realizado pelo Jornal do Sudoeste a estimativa é de que a área cultivada atualmente no município, apesar de crescente, é inferior a mil hectares.

A principal novidade nas portarias de soja são as novas cultivares indicadas por grupo de maturação e Unidade da Federação (UF). Para a safra 2020/2021, no total, 9.356 indicações foram feitas, considerando que a mesma cultivar pode ser indicada para diferentes UFs, número 15% superior a safra passada, desse montante de indicações 64% são referentes a cultivares do Grupo 1, indicando que o desenvolvimento de cultivares precoces vem ganhando destaque junto aos obtentores.

O objetivo é reduzir os riscos relacionados a problemas climáticos e também o risco fitossanitário causado pela ferrugem asiática da soja. O Zarc leva em conta recomendações de instituições de pesquisa e órgãos estaduais sobre medidas de manejo que incluem o período de vazio sanitário e o calendário de plantio para reduzir os riscos relacionados aos aspectos fitossanitários.

Na última sexta-feira, dia 22 de maio de 2020, também foram publicadas as portarias de Zarc números 125 a 144, da cultura do girassol, que apresenta características de boa tolerância ao estresse hídrico, dessa forma, se encaixa em sistemas de produção que realizam duas safras. Com a publicação do Zarc de girassol e soja, o Mapa finaliza o cronograma de publicações de portarias do mês de maio de 2020, cumprindo com o objetivo de divulgar com pelo menos 90 dias de antecedência ao plantio. Dessa forma, os produtores rurais e os agentes financeiros têm uma melhor segurança para o fechamento de contratos de seguro e crédito rural para a safra 2020/2021.

O zoneamento tem o objetivo de reduzir os riscos relacionados aos problemas climáticos e permite ao produtor identificar a melhor época para plantar, levando em conta a região do país, a cultura e os diferentes tipos de solos. O modelo agrometeorológico considera elementos que influenciam diretamente no desenvolvimento da produção agrícola. São levados em consideração aspectos como temperatura, chuvas, umidade relativa do ar, ocorrência de geadas, água disponível nos solos, demanda hídrica das culturas e elementos geográficos (altitude, latitude e longitude).

Os agricultores que seguem as recomendações do Zarc estão menos sujeitos aos riscos climáticos e ainda poderão ser beneficiados pelo Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro) e pelo Programa de Subvenção ao prêmio do Seguro Rural (PSR). Muitos agentes financeiros só liberam o crédito rural para cultivos em áreas zoneadas e para o plantio de cultivares indicadas nas Portarias de zoneamento.

Em São Sebastião do Parai-so o plantio de soja vem experimentando uma onda crescente de área plantada. Em 2018 conforme levantamento da reportagem junto a Emater /MG o cultivo era de pouco mais de 500 hectares e agora com a evolução praticamente dobrou de tamanho. Boa parte das cultivares estão localizadas na região da Itaguaba, com plantio que começa a partir de outubro a novembro e com a colheita no início do ano seguinte.

Plantio Certo
Produtores rurais e outros agentes do agronegócio podem acessar por meio de tablets e smartphones, de forma mais prática, as informações oficiais do Zarc, ferramenta utilizada para orientar os programas de política agrícola do governo federal. O aplicativo móvel Zarc Plantio Certo, desenvolvido pela Embrapa Informática Agropecuária (Campinas/SP), está disponível no sistema Android. Os resultados também podem ser consultados e baixados por meio da plataforma “Painel de Indicação de Riscos”.