CURTAS EDIÇÃO 2410

Curtas

Por: Redação | Categoria: Cidades | 03-06-2020 10:30 | 149
Foto de Reprodução

Desapontado
Quem assistiu a transmissão da sessão da Câmara de Paraíso, segunda (1/6), notou o desapontamento de José Luiz da Graça (do Érica) quando foi votado a derrubada, ou manutenção do veto do prefeito Walkinho ao projeto apresentado por aquele vereador, pelo qual pretendia tornar obrigatório a presença de salva-vidas em locais de lazer que tenham atrações aquáticas, mas propriamente piscinas. Quatro vereadores votaram pela manutenção do veto, e o projeto foi arquivado. Zé Luiz “descachimbou”. Prometeu reapresentá-lo, com algumas modificações.

Por 9 votos
Por outro lado, por nove votos vereadores derrubaram veto parcial do prefeito Walkinho ao projeto que trata sobre Plano de Carreiras e Remuneração do Magistério Público Municipal e dos Serviços de Suporte Pedagógico à docência. O veto foi por conta de emenda feita pela Câmara no tocante à jornada de trabalho. Enquete feita pela Secretaria Municipal de Educação junto a profissionais da área foi contestada. E por determinação do presidente da Câmara, Lisandro Monteiro, a Câmara também fez a sua pesquisa, cujo resultado acabou prevalecendo para a derrubada do veto.

Elogiado
Não faltaram elogios ao critério e condução da pesquisa da Câmara, feita pelo vereador Vinício Scarano para avaliar opinião de servidores na área de Educação municipal, sobre a carga horária. Dos servidores votantes,163 se posicionaram contra e 54 favoráveis a proposta do Executivo municipal, e  cinco pessoas se foram indiferentes as propostas.

Má fé
A Santa Casa de Misericórdia de São Sebastião do Paraíso mais uma vez denuncia que pessoas de má fé estão usando o nome da instituição para pedir dinheiro. A ação é feita através de ligações telefônicas feitas para residências das pessoas, o que segundo o hospital não é uma prática utilizada para  solicitar contribuições. O alerta é para que a população fique atenta com relação a este tipo de procedimento realizado por golpistas. Caso alguém consiga identificar a origem da ligação que seja feita denúncia à polícia para que medidas cabíveis ocorram juntamente com outras providências que já estão sendo tomadas.

SESC
O Sesc em Minas comunica aos interessados a necessidade de alteração da data, referente a licitação modalidade Concorrência n° 0011/2020, cujo objeto é a contratação de empresa para elaboração de projetos arquitetônicos e complementares para implantação da unidade Sesc São Sebastião do Paraíso. Conforme especificações constantes no Edital e em seus Anexos foi alterado o prazo de entrega da proposta e abertura da sessão para impreterivelmente, até às 9h00 do dia 16 de junho de 2020. A errata n° 01/2020, bem como o edital e seus anexos ficarão disponíveis, gratuitamente, no site www.sescmg.com.br.

UFLA para 2021
Previsto para este ano, o início dos cursos no Campus da UFLA São Sebastião do Paraíso foram adiados para 2021, conforme comunicado de sua Pro-Reitoria de Graduação (PRG), segunda (1/6). Atribuído à pandemia de Covid 19 o Processo de Avaliação Seriada (PAS) foi alterado. As obras continuam em andamento, mas ainda aguarda-se concurso de professores e técnicos para o Campus. De acordo como anunciado, a 2.ª Etapa do Processo de Avaliação Seriada deverá ser agendada para o primeiro semestre de 2021.

Mulheres
O Brasil está em segundo lugar na América Latina com a menor representação parlamentar de mulheres, que ocupam apenas 15% dos cargos de deputados federais e dos senadores. Na Câmara Municipal de São Sebastião do Paraíso, apenas uma das 10 vagas é ocupada por uma mulher e a cidade tem ainda a presença de outra mulher na função de vice-prefeita. Para tentar melhorar este quadro foi lançado na semana passada o Guia Acessível para a Candidatura das Mulheres.

Capacitar
A Guia tem o objetivo de contribuir com a capacitação técnica e prática de mulheres que tenham interesse em se candidatar nas eleições municipais de 2020. A Guia será distribuída em versão digital e impressa, e pode ser baixada na página visibilidadefeminina.org.

Repasse
As prefeituras mineiras receberam, na última sexta-feira, 29 de maio, a quinta parcela do acordo entre a Associação Mineira de Municípios (AMM) e o governo de Minas Gerais, com mediação do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG), para a quitação do confisco de R$ 7 bilhões da cota-parte dos municípios sobre os valores do ICMS, IPVA e Fundeb.

Repasse 2
O valor depositado é referente a segunda parcela do pagamento da dívida herdada do governo de Fernando Pimentel, referente ao ICMS e FUNDEB retidos durante o ano de 2018, no valor de R$ 6 bilhões, em 30 parcelas. O valor acordado foi de R$ 164 milhões para o Fundeb e R$51 milhões para o ICMS, totalizando um repasse de 215 milhões na primeira parcela das trinta que ficaram estabelecidas com o acordo.

211 mil curados
Conforme divulgado pelo Ministério da Saúde, o Brasil registrou segunda-feira (1/6) o total de 211.080 pessoas curadas do coronavírus. O número representa 40,1% do total de casos confirmados. Outras 285.430 pessoas seguem em acompanhamento médico.