TERAPIAS HOLÍSTICAS

O lado místico das fontes de jardim

Por: Profa. Dra. Mirela M. Waldemarin Cabral | Categoria: Saúde | 10-06-2020 15:24 | 140
Foto de Reprodução

A decoração de interiores não é apenas estética e funcional, ela também tem como princípio zelar as energias que circulam nos ambientes. A fonte de água configura um dos mais importantes, dada a forma abrangente e efetiva de ação energética em espaços internos e externos como no paisagismo de jardins.

O elemento água representa purificação, reflexão, clareza, comunicação e transformação. E quando se encontra em movimento, como a água corrente das fontes decorativas, ela manipula o fluxo de energia, limpando os aspectos negativos que deixam o ambiente equilibrando. O barulhinho típico dessas fontes de água é um calmante natural. A água é um dos símbolos da prosperidade, para isto recomenda a colocação da fonte perto da porta de entrada da casa ou na recepção do escritório.  É ideal para os dias de calor, pois a com a evaporação da água, partículas de ar ficam suspensas deixando o ambiente mais fresco e úmido, neutralizando poluentes externos ou mesmo fumaça de cigarro.

O próprio som do fluxo aquático enriquece a experiência e proporciona relaxamento; e, lembre-se: só funciona com a água em movimento, não adianta deixar sua fonte desligada. Contudo, deve-se limpar-la, uma vez por semana para que a água esteja sempre fluindo. Utilize pequenas pedras de cloro para evitar a proliferação de larvas do Aedes aegypti. Água é benção.

Profa. Dra. Mirela M. Waldemarin Cabral
Biomédica
Especialista em Terapias Alternativas (Holísticas)
Mestre em Microbiologia
Doutora em Ciências