RESTRIÇÕES

Estado amplia medidas restritivas e Paraíso intensifica fiscalizações

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Polícia | 26-06-2020 15:59 | 1317
Forças de segurança estão realizando fiscalizações em estabelecimentos comerciais da cidade para evitar contagio da Cocid-19
Forças de segurança estão realizando fiscalizações em estabelecimentos comerciais da cidade para evitar contagio da Cocid-19 Foto de Divulgação

O Governo de Minas Gerais publicou na sexta-feira,26, nova deliberação que ampliou as medidas restritivas para todos os municípios mineiros. A medida institui limitações em espaços internos para consumidores e afastamento de colaboradores com sintomas leves de gripe. Já em São Sebastião do Paraíso desde a quinta-feira,25, através de um trabalho conjunto a Prefeitura, a Guarda Civil Municipal, a Polícia Militar e a Polícia Civil iniciaram a intensificação da fiscalização nas ruas e estabelecimentos para o combate ao coronavírus no município.

O Comitê Extraordinário Covid-19 de Minas Gerais publicou atualização da Deliberação nº 17, de 22 de março, com novas recomendações, que vão desde limitações em espaços internos para consumidores. As novas medidas foram adotadas de forma a contribuir para conter o contágio do vírus.  Entre as principais alterações está a que prevê que a ocupação máxima de uma pessoa por dez metros quadrados, até o afastamento de trabalhadores com sintomas de doença respiratórias, ainda que leves.

Outra mudança é que estabelecimentos comerciais e industriais, com prestação de serviços ou a venda de produtos, deverão impedir a aglomeração de pessoas no recinto ou em filas de espera. Deverão ser observados distanciamento mínimo de dois metros entre os consumidores e a ocupação máxima do espaço interno à razão de uma pessoa por dez metros quadrados. A nova deliberação recomenda, ainda, o regime de trabalho remoto para as atividades administrativas, ressalvada a necessidade de manutenção de escala mínima, quando imprescindível.

Em Paraíso, desde a quinta-feira,25, a Prefeitura iniciou a intensificação da fiscalização nas ruas e estabelecimentos para o combate ao coronavírus no município. As abordagens dos fiscais contam com o apoio das polícias Civil e Militar e da Guarda Municipal. Os bares, restaurantes e lanchonetes podem receber clientes até às 21h, respeitando o limite de 30% da capacidade do estabelecimento e o distanciamento de um metro e meio entre as mesas.

Após as 21 horas só é permitido o serviço delivery ou vendas no balcão sem consumo no local. Em hipótese alguma serão permitidas mesas nas calçadas. Para as adegas e conveniências está proibida a venda para consumo no interior ou na porta do estabelecimento. Pessoas que estão desrespeitando a obrigatoriedade do uso de máscara também estão sendo abordadas e notificadas, sob pena de multa em caso de reincidência.