CURTAS EDIÇÃO 2424

Curtas

Por: Redação | Categoria: Cidades | 22-07-2020 08:25 | 252
Foto de Reprodução

Ao vivo
Semana passada, recolhido em sua residência, o deputado Antonio Carlos Arantes participou de uma transmissão ao vivo com o ex-ministro de Agricultura, Alisson Paulinelli. Antes de ter testado positivo para o coronaví-rus, o deputado havia tentado por duas ocasiões promover o bate papo com Paulinelli, mas as iniciativas esbarraram nos problemas técnicos. A pauta foi sobre “O novo cenário econômico e as perspectivas para o agronegócio brasileiro”, a partir do pós-pandemia. Com perguntas e questões levantadas por Arantes, Paulinelli mais uma vez demonstrou saber tudo e mais um pouco sobre questões nacionais, notadamente sobre o agronegócio.

Não esteve
Sobre nota aqui nas Curtas, edição de sábado (18/7), assessor do deputado Antonio Carlos Arantes esclareceu que sua vinda a São Sebastião do Paraíso, antes de testar positivo para coronavirus, ele não realizou nenhuma reunião com vereadores, na verdade ele não se encontrou com os três vereadores que testaram positivo para o Covid-19 (Lisandro, Vinicio e Marcelo) há vários meses. No dia que esteve no município Arantes se encontrou apenas com o vereador Paulo César “Tatuzinho”, que por sinal não está com o vírus. Arantes esteve com vereador, por acaso, na porta do Sindicato Rural e somente o cumprimentou.

Com o prefeito
Assessoria de Arantes esclareceu ainda que o deputado em sua visita foi com o prefeito Walker à obra do asfaltamento da estrada que liga a cidade ao distrito de Guardinha, e posteriormente à Delegacia da Polícia Civil, para ver o local onde será instalada a delegacia de combate aos crimes na Zona Rural. “Ambas importantes conquistas que serão realizadas com recursos e o apoio do deputado Arantes”, salienta.

Comprovante
Teve vereador e funcionário da Câmara de Paraíso que postou em redes sociais comprovantes de exames feitos em que testaram negativo para o coronavírus. Isso para não restar dúvidas sobre seus estados de saúde.  Antes da ocorrência na semana passada, no final de maio a vereadora Cidinha Cerize, chegou a se afastar das atividades após apresentar sintomas da COVID-19, em que testou negativo. Agora além do presidente Lisandro Monteiro, os vereadores Vinícius Scarano e Marcelo Morais estão isolados após a realização dos exames.

Fechada
Enquanto isso seguem fechadas as instalações da Câmara Municipal até o dia 2 de agosto, isso depois de passar dedetização. Com isso as sessões e os trabalhos no local seguem suspensos e se reiniciam no dia 3 de agosto. E diferentemente do que anunciado, o atendimento aos sábados, feito pelo vereador Sérgio Gomes não deixou de ocorrer, como se anunciou. Mesmo que de maneira improvisada e na parte externa das dependências da Câmara ele esteve com correligionários que não ficaram desassistidos. Com todas as cautelas e adoção de medidas de segurança ele ressalta que continuará atendendo as pessoas mais necessitadas.

Sem ônibus
Passageiros que necessitam viajar entre Paraíso e Franca pela viação São Bento estão a pé desde o último final de semana. É que por motivo de ajustes em tempos de coronavírus a empresa retirou de circulação o ônibus que faz a linha aos sábados e domingos. Por isso o transporte de passageiros está mantido apenas de segunda a sexta-feira, com ida às 7h00 e retorno às 17h00. Quem precisar por algum motivo viajar no sábado e domingo ou em horários diferentes, deve procurar outras alternativas.

Decreto
Por falar em Decreto, na semana que passou o prefeito Walker Américo fez mais uma publicação flexibilizando mais alguns setores em Paraíso. Entre eles feiras livres com mais um ponto de vendas na cidade. Já era um desejo antigo transferir a feira da Vila Formosa para as imediações do Complexo San Genaro, desde o início da administração. Agora com a pandemia a mudança do local pode ser efetivada possibilitando a volta das atividades naquela região e quem sabe finalizando o comércio antes existente em frente a E.E. Ana Cândida e as residências da Rua Maria Abadia Amaral Malagutti.

Religiosos
A outra parte do Decreto Municipal libera a realização de cultos, missas e cerimônias e outros eventos nos templos religiosos. A medida tem a limitação de que estes atos sejam precedidos das devidas medidas de higienização e também distanciamento. Consta também que o número de participantes será de 30% da capacidade total do público previsto nos assentos existentes. Outra iniciativa será a medição da temperatura dos fiéis, uso de álcool em gel. Cada templo deverá também determinar outras ações regulamentadoras internas para ajudar no controle da disseminação do coronavírus. Neste sentido tem sido recomendado que crianças, idosos a partir de 60 anos e pessoas portadoras de doenças crônicas participem das celebrações de casa, através das transmissões feitas pelos meios de comunicação social.

Calamidade
A Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), aprovou em turno único, durante Reunião Extraordinária de Plenário, o Projeto de Resolução (PRE) 105/20, da Mesa da Assembleia. A iniciativa mantém o estado de calamidade pública no estado até o dia 31 de dezembro deste ano, em função da pandemia causada pelo coronavírus e suas consequências para a saúde pública e a economia mineira.

Início do mês
O pedido de manutenção foi enviado pelo governador Romeu Zema a Assembleia Legislativa, no início de julho, juntamente com o primeiro relatório trimestral contendo informações sobre a evolução da receita e da despesa do Estado, assim como as medidas adotadas pelo Poder Executivo durante a vigência do estado de calamidade pública.

Novo prazo
O presidente do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG), conselheiro Mauri Torres, enviou um novo ofício aos gestores e controladores internos dos 853 municípios do Estado, informando o prazo para responder ao questionário sobre a pandemia do novo coronavírus, que vai até dia 10 de agosto. Ressalta a “necessidade de obter informações e consolidá-las em nível nacional de maneira a permitir melhor atuação dos diversos entes da federação no combate à Covid-19”.