PRODUTOS DE FURTO

Operação da Polícia Civil recupera produtos de furto e prende suspeito

Por: João Oliveira | Categoria: Polícia | 22-07-2020 14:45 | 1495
Foto de Tiel/Jornal do Sudoeste

Uma operação deflagrada pela 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil em São Sebastião do Paraíso, na manhã desta quarta-feira (22/7), resultou na recuperou materiais furtados no Condomínio Cachoeira. Uma frota da PC saiu nas primeiras horas desta manhã para o cumprimento de mandatos que resultou na prisão de um indivíduo suspeito.

Segundo informações, foram ao todo dez mandados de busca e apreensão que foram cumpridos em residências no Condomínio Cachoeira, além de outras duas residências no bairro Santa Tereza. Um suspeito de participar desses crimes foi preso.

Conforme o delegado responsável pelo caso, Leandro Zucoloto, o alvo da operação foram furtadores e receptadores de materiais que vinham sendo furtados no Condomínio Cachoeira, que segundo o delegado vinha sofrendo muito com crimes patrimoniais.

“A partir de então, fizemos um arrolamento de todos os BOs de furto cometidos ali, fizemos a relação dos materiais furtados e hoje deflagramos a operação. Foram arrecadados diversos materiais de origem suspeita, outros estamos tentando identificar as vítimas e, com isso, vamos conseguir imputar responsabilidade aos receptadores e furtadores”, destacou.

O delegado destaca ainda que é importante que a população não deixe de fazer as ocorrências quando forem vítimas de furto. “Moradores do Condomínio disseram que já nem estavam mais fazendo as ocorrências, às vezes porque não estava sendo mostrado empenho, mas mostramos hoje que estamos sim. Vamos apurar esses crimes que estão acontecendo em toda região de Paraíso”, acrescentou.

Cerca de 32 policiais civis participaram da operação, que contou com o apoio das unidades de São Tomás de Aquino, Jacuí, Monte Santo de Minas e Itamogi. As investigações levaram cerca de quatro a cinco meses. Segundo a Polícia Civil, as vítimas devem procurar a Delegacia e registrar o boletim de ocorrência já que, somente assim, os materiais furtados podem ser ressarcidos.