ACUSADO

Pai de santo acusado de abusar de mulheres é preso em Arceburgo

Por: João Oliveira | Categoria: Polícia | 24-07-2020 16:34 | 880
Foto de Reprodução

A Delegacia de Polícia em Monte Santo de Minas, com apoio da equipe da PCMG em Itamogi, cumpriu na quinta-feira (23/7), mandado de prisão preventiva contra um homem, de 45 anos, suspeito de abusar sexualmente de mulheres em um terreiro de umbanda, do qual é dirigente em Arceburgo.

Segundo informações da PC, até o momento, três vítimas, com idades entre 28 e 38 anos, incluindo a enteada dele, foram identificadas. Outras cinco pessoas, possivelmente violentadas, estão sendo ouvidas pela PCMG.

De acordo com a polícia, as investigações começaram no início da semana e o inquérito policial apura o crime de violação sexual mediante fraude. Segundo consta até o momento, o investigado, enquanto na função de pai de santo, sob o argumento de que as vítimas estavam com problemas, sugeria que elas passassem por sessões de cura, momento em que o suspeito praticava os abusos.

De acordo com a delegada responsável pelo caso, Ariadya Tavares, há relatos de que o investigado convidava suas vítimas para reuniões reservadas, onde estivessem somente ele e a paciente. Quando isso acontecia, o pai de santo explicava que para a realização do trabalho espiritual era necessário que a mulher ficasse nua. “A partir daí, o suspeito iniciava a prática de atos libidinosos, que iam desde o toque no corpo até a conjunção carnal”, acrescenta a delegada.

Conforme explica Ariadya, o cumprimento da prisão, de imediato, era fundamental. “Como o suspeito permanecia realizando as sessões em seu terreiro, existia o risco de outras mulheres virem a sofrer os abusos. Ademais, o investigado possui relação de parentesco com uma das vítimas. A prisão era medida urgente e necessária”, explica. Os levantamentos da Polícia Civil prosseguem com o intuito de identificar outras possíveis vítimas. O suspeito foi encaminhado ao Sistema Prisional e encontra-se à disposição da Justiça.