FÉRIAS

De férias, escolas municipais retornam em agosto ainda com aulas remotas

Por: Roberto Nogueira | Categoria: Educação | 25-07-2020 10:04 | 597
Com decreto de pandemia estudantes estão realizando atividades remotas de casa
Com decreto de pandemia estudantes estão realizando atividades remotas de casa Foto de Divulgação

A partir da próxima segunda-feira (27/7), escolas da Rede Municipal de Ensino de São Sebastião do Paraíso estarão fechadas por uma semana para o período de férias dos professores e funcionários do setor. O retorno mesmo para as atividades remotas está previsto para o dia 3 de agosto. Segundo a secretária municipal de Educação, Maria Ermínia Preto de Oliveira Gomes, o sistema adotado prevê várias possibilidades de os professores oferecem conteúdo aos alunos de maneira que o aprendizado e o ano letivo sejam aproveitados da melhor forma possível.

Conforme a secretária, o ano letivo de 2020 com as aulas presenciais teve início em fevereiro, mas precisou ser interrompido a partir de 18 de março com o decreto de pandemia. Neste período já foram vivenciados cerca de 15 dias de férias antecipadas, que não foram especificadas de qual período, se referente a julho ou janeiro. “Recebemos e seguimos as orientações do Estado, assim como também aconteceu com as escolas privadas”, disse.

No entanto, sem que os alunos possam ir assistir aulas presencialmente, a Rede Municipal adotou um sistema remoto para apresentar o conteúdo aos estudantes. “As nossas professoras trabalharam de diversas formas e com vários recursos com material impresso, pelas redes sociais, vídeos, áudios e através da plataforma Educa Paraíso para fazer com que o ensino continue”, explica.

A secretária ressalta que houve a reorganização do currículo que está sendo adaptado à nova realidade. “O calendário letivo é diferente do civil, mesmo sem cumprir os 200 dias ele vai adentrar o ano de 2021”, acrescenta a secretária.

Devido ao empenho de toda a equipe e sentindo a necessidade de uma pausa para retomar o ritmo intenso das atividades, as escolas ficarão fechadas por uma semana, período em que os professores e demais servidores do setor terão um momento de descanso antes do início do segundo semestre.

Durante os últimos dias os materiais de ensino foram entregues para serem feitos mais espaçadamente, possibilitando aos alunos também terem um momento de trégua. “Precisamos preservar os professores, as equipes pedagógicas e todos estão cansados neste momento. Por isso não teremos escolas abertas neste período de uma semana, para o retorno no próximo dia 3 de agosto”, assegura.